Prius-PT
Comunidade independente de proprietários e amigos de viaturas de mobilidade sustentável

Anexo à Press-Release de 2008-11-07

rated by 0 users
This post has 0 Replies | 1 Follower

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_2G
SystemAdministrator
tcap-support
João Prates Posted: 8 Nov 2008 11:58 | Locked

NOTA PARA A IMPRENSA E PÚBLICO EM GERAL

 

Este anexo destina-se a documentar um "test drive" realizado hoje 2008-11-08.

O test drive pretendia reproduzir o estudo coordenado pelo vice-presidente do conselho de Administração da Associação Portuguesa do Veículos a Gás Natural e presidente da direcção da Associação Portuguesa para a Promoção do Hidrogénio, o professor assistente do IST Tiago Farias.

Se bem se recordam, as conclusões deste estudo publicadas no jornal Expresso em 2008-11-01, diziam que um veículo diesel era mais limpo e menos gastador que um híbrido.

A componente da produção, abate e reciclagem do híbrido (ESTUDO DO CICLO DE VIDA COMPLETO)  já foi devidamente desmistificada na nossa press-release (ver http://prius-pt.com/cafe/media/p/5684/download.aspx), onde se incluí por exemplo a informação de que a bateria híbrida é reciclável e reutilizável a 100% na produção de baterias novas, pelo que apenas nos faltava demonstrar a diferença no consumo e respectivas emissões, que durante o período de vida útil do veículo representa cerca de 80% do seu impacto total no ambiente.

Para reproduzir o estudo na prática, tivemos de priscindir das características técnicas do híbrido utilizado pelo estudo, uma vez que tal veículo não existe. Em vez disso utilizamos o híbrido mais vendido em todo o mundo, o Toyota Prius.

Em representação do diesel, escolhemos um dos veículos mais vendidos em Portugal, com potência semelhante ao Prius embora de um segmento inferior (C em vez de D) : o Renault Megane 1.5 dCi 105 cv.

O percurso realizado reproduz na íntegra o percurso do estudo do IST para o resultado poder ser comparável com o mesmo.

Aqui estão os 2 veículos à porta do IST hoje pelas 13h:

Para que não restassem dúvidas sobre os números apresentados depois do teste, decidimos documentar o teste através de filmagem a bordo do Prius e a bordo de um outro Prius que serviu de carro apoio.

A filmagem a bordo do Prius foi efectuada através de montagem de tripé, sem passageiro a bordo:

 

 

Para tentar levar a eternidade dos 50 minutos de percurso mencionados na simulação do estudo fizemos a A5 toda com o cruise control dos carros programado para 90 km/h.

Estávamos com esperança que o trânsito urbano nos dois extremos do percurso fizessem algum "estrago" no cronómetro, porque pelas nossas contas devíamos ir bem abaixo dos 80 km/h para ter a certeza que fazíamos o tempo do estudo. No entanto por unanimidade decidimos que ir abaixo dos 90 km/h era impensável e até perigoso.

Temos consciência que ninguém faz a auto-estrada a 90 km/h, mas a ideia era mesmo reproduzir ao máximo o estudo do IST para poder comparar resultados, obviamente os consumos dos 2 carros seriam superiores se fizessemos a A5 a 120 km/h.

 

Filmagem do carro de apoio - Inicio A5 - formato DivX (3MB)

Filmagem do carro de apoio - Estádio Nacional - formato DivX (13MB)

Filmagem completa IST>Cascais a bordo do Prius - formato DivX (442MB)

 

No final da viagem, verificámos os tempos, e as nossas previsões foram confirmadas: realizamos o percurso em apenas 37 minutos. O tempo utilizado na simulação do estudo é completamente disparatado. É tempo a mais para um percurso de trânsito normal, e é tempo a menos e paragens a menos para um percurso em hora de ponta.

Aqui estão os bravos no final do percurso em Cascais:

 

 

A média do Toyota Prius no final do percurso Lisboa (IST) - Cascais (Tribunal):

 

 

E esta foi a média realizada pelo Renault Megane 1.5 dCi:

 

 

Conduzido pelo proprietário, e seguindo atrás do Prius o tempo todo, o diesel gastou +10% de combustível... e acreditando que os valores de potencial energético dos combustíveis que o estudo refere estejam correctos (31.8 MJ para a gasolina e 36 MJ por litro para o diesel), isto quer dizer que o Prius fez a viagem gastando:

Prius = 33/100x4.1x31.8=43.0 MJ de energia

enquanto o diesel gastou para o mesmo percurso à mesma velocidade

Megane = 33/100x4.5x36=53.5 MJ de energia.

 

A Megane diesel gastou +24% de energia que o Prius no percurso do estudo do IST.

Qual é o mais poupado e eficiente afinal? Toyota Prius, o híbrido!

 

Quanto à velocidade média do percurso, e tendo em conta o tempo de 50 minutos impossível de cumprir, obviamente a velocidade foi bem acima do que o estudo refere:

 

 

Feito o trajecto pela A5, decidimos fazer o regresso ao IST pelo percurso alternativo da marginal. Todo o trajecto foi realizado dentro dos limites de velocidade, sendo que também este trajecto foi filmado em vídeo.

No final da marginal em Alcântara, antes de começar a subir para a Praça de Espanha, os valores de consumo eram extremamente interessantes:

Prius = 3.3 ; Megane = 3.8 ; Prius de apoio = 3.1

 

Filmagem do carro de apoio - Partida p/ marginal - formato DivX (5MB)

Filmagem do carro de apoio - marginal - formato DivX (377MB)

Filmagem do carro de apoio - final p/ marginal - formato DivX (54MB)

Filmagem completa Cascais>IST a bordo do Prius - formato DivX (480MB)

Filmagem do check ao consumo Prius p/ marginal - formato DivX (6MB)

 

A filmagem a bordo do Prius no percurso de volta pela marginal acaba umas poucas dezenas de metros antes do IST pelo simples motivo da bateria da câmara ter esgotado. De qualquer forma o último consumo visível no filme foi o consumo realizado até ao final.

À chegada este era o valor final de ambos os Prius:

 

E este foi o resultado surpreendente do Megane:

 

 

Fez exactamente a mesma coisa que fez no sentido oposto a rolar em AE!

O percurso foi obviamente um pouco mais lento pela marginal, quase tão lento como o estudo dizia ser pela A5:

 

A Megane tinha em Alcântara apenas 3.8 de consumo, quando os Prius tinham 3.3 e 3.1 cada. Ou o motor diesel da Megane gasta muito a subir em esforço (subida para a Praça de Espanha) ou gasta muito em urbano, ou as duas coisas. Mas subir dos 3.8 que tinha em Alcântara feitos desde Cascais para os 4.5 finais no IST é uma diferença brutal.

Portanto contas feitas, rolando pela marginal a Megane realizou um consumo cerca de 25% superior ao Prius, uma diferença avassaladora.

Em termos energéticos:

Prius = 32/100x3.6x31.8=36.6 MJ de energia

Megane = 32/100x4.5x36=51.8 MJ de energia.

 

A Megane diesel gastou +41% de energia que o Prius no percurso alternativo via marginal.

Qual é o mais poupado e eficiente afinal? Toyota Prius, o híbrido!

 

Olhando para as emissões no trajecto mais económico (via marginal):

 

Renault 1.5 dCi diesel - Dados oficiais em http://www.vcacarfueldata.org.uk/search/vehicleDetails.asp?id=15725

Média combinada utilizada para emissões: 4.7

CO2: 124 gr/km

CO: 0,284 gr/km

NOx: 0,245 gr/km

HC+NOx: 0,276 gr/km

Particulas: 0,017 gr/km

Média conseguida no percurso: 4,5 (95,7% do valor combinado oficial) em 32 km

CO2: 124 gr/km x 32 x 95,7% = 3,797 kg

CO: 0.284 gr/km x 32 x 95,7% = 8,697 gr

NOx: 0.245 gr/km x 32 x 95,7% = 7,503 gr

HC+NOx: 0.276 gr/km x 32 x 95,7% = 8,452 gr

Particulas: 0.017 gr/km x 32 x 95,7% = 0,521 gr

 

Toyota Prius hybrid - Dados oficiais em http://www.vcacarfueldata.org.uk/search/vehicleDetails.asp?id=10982

Média combinada utilizada para emissões: 4.3

CO2: 104 gr/km

CO: 0,180 gr/km

HC: 0,020 gr/km

NOx: 0,010 gr/km

Média conseguida no percurso: 3,6 (83,7% do valor combinado oficial) em 32 km

CO2: 104 gr/km x 32 x 83,7% = 2,786 kg

CO: 0,180 gr/km x 32 x 83,7% = 4,822 gr

HC: 0,020 gr/km x 32 x 83,7% = 0,536 gr

NOx: 0,010 gr/km x 32 x 83,7% = 0,268 gr

 

Em termos de emissões poluentes, e mesmo combinando os HC e NOx separados em HC+NOx para poderem ser comparáveis, temos que para o mesmo percurso de 32 km, a Renault Megane e o Toyota Prius poluiram, e mesmo ignorando as partículas que seriam retidas caso a viatura tivesse filtro de partículas eficiente:

 

CO2 => Prius Hybrid = 2,786 kg ; Megane Diesel = 3,797 kg => Diesel poluiu +36% que o híbrido

CO   => Prius Hybrid = 4,822 kg ; Megane Diesel = 8,697 kg => Diesel poluiu +80% que o híbrido

HC+NOx => Prius Hybrid = 0,804 kg ; Megane Diesel = 8,452 kg => Diesel poluiu +1500% que o híbrido, 10 vezes +!!!

 

CONCLUSÕES:

1) Antes de mais ficou comprovado o quão disparatados eram os pressupostos do estudo. Nem as características do híbrido eram possíveis de cumprir pois tal carro não existe no mercado, nem tempo de percurso de 50 minutos com 25 paragens num total de 8 minutos de ralenti também não era possível (ou o tempo tinha de ser encurtado ou as paragens aumentadas).

2) No pouco percurso urbano que se realizou, foi mais do que evidente que a supremacia do híbrido Prius era total. Foi sem dúvida o tipo de percurso onde a diferença para o diesel Megane mais se fez sentir.

3) No percurso de estrada, realizado pela marginal, a vantagem continuou a pertencer ao Prius, que realizou cerca de metade do percurso em modo 100% eléctrico a cerca de 60 ou 70 km/h sem gastar 1 gota de combustível. Os consumos parciais de Cascais a Alcântara de 3.1 e 3.3 em ambos os Prius são perfeitamente fantásticos, batendo claramente os já muito bons 3.8 da Megane.

4) No percurso em Auto-Estrada a 90 km/h o Prius consegue bater o diesel por uma margem confortável. Nem tentando reproduzir o cenário nada favorável ao híbrido, que foi muito convenientemente escolhido na simulação do estudo, nem assim o diesel ganhou.

5) Quando se sabe que 80% do impacto ambiental de um veículo é efectuado durante a sua vida útil, quando se sabe que o impacto dos motores e das baterias híbridas (contráriamente ao mito urbano) é uma gota de água no custo total do carro, quando se constata que tanto os consumos como as emissões dos diesel são bastante piores... As conclusões são óbvias.

 

No final, a vitória do híbrido mais vendido do mundo é total e absoluta.

Só pode dizer o contrário quem não conhece o Toyota Prius.

 

Notas:

O artigo do Expresso está a ser discutido aqui, deixe lá o seu comentário: http://prius-pt.com/cafe/forums/t/1199.aspx

Este test-drive está a ser discutido aqui, deixe lá o seu comentário: http://prius-pt.com/cafe/forums/t/1222.aspx

Page 1 of 1 (1 items) | RSS
Copyright 2009 Prius-PT.com
Powered by Community Server (Non-Commercial Edition), by Telligent Systems