Prius-PT
Comunidade independente de proprietários e amigos de viaturas de mobilidade sustentável

O eterno rival de volta!

rated by 0 users
This post has 17 Replies | 3 Followers

Top 500 Contributor
Pendura
021_Auris_HSD_1G
banned
Alexandre Silva Posted: 3 Dec 2010 5:38

Honda apresenta Fit (Jazz) EV e desvenda o seu sistema "Plug-in Hybrid".

A Honda apresentou, no Salão Automóvel de Los Angeles, o novo veículo eléctrico Fit EV (EV = Electric Vehicle) Concept e a plataforma para um veículo híbrido, de média dimensão, com ligação à rede eléctrica (plug-in hybrid). Ambos os produtos são parte integrante da Rede Honda de Mobilidade Eléctrica, uma abordagem abrangente da empresa à redução das emissões de CO2, através de produtos inovadores e de tecnologias de gestão e de produção de energia.

O Fit EV Concept dá uma forte indicação da direcção e do estilo que deverá seguir o futuro modelo de produção do veículo eléctrico a bateria FIT EV, a introduzir nos E.U.A. e no Japão em 2012.

A, completamente nova, plataforma de veículo híbrido com ligação à rede eléctrica (plug-in hybrid) demonstra a próxima geração da tecnologia híbrida de dois motores, prevista para ser estreada em 2012.

"O longo historial da Honda em termos de tecnologias electromotrizes permitiu-nos compreender as necessidades dos clientes," disse Takanobu Ito, Presidente e CEO da Honda Motor Co., Ltd. "Na visão da Honda, um veículo eléctrico deverá oferecer grande utilidade e prazer de condução. A capacidade do Fit EV para as deslocações urbanas, casa-trabalho-casa, será uma adição perfeita à mobilidade de funcionalidade total do híbrido com ligação à rede eléctrica (plug-in hybrid) e ao veículo eléctrico a células de combustível FCX Clarity."

 Honda Fit EV

O Fit EV foi concebido para satisfazer as necessidades diárias de condução do condutor típico metropolitano nas deslocações habituais casa-trabalho-casa e utiliza a mesma base de 5 passageiros do popular Fit (Jazz na Europa). Quando o modelo de produção do Fit EV for introduzido, será alimentado por uma bateria de iões de lítio e por um motor eléctrico coaxial.

O motor eléctrico de elevada densidade, derivado do veículo eléctrico a células de combustível FCX Clarity, proporciona excelente eficiência e potência, com um funcionamento silencioso a altas velocidades. O Fit EV terá uma velocidade máxima de 144 km/h (90 mph).

O Fit EV terá uma autonomia estimada de 160 km (100 milhas) por cada carga, de acordo com o ciclo citadino LA4* da EPA US [EPA = Environmental Protection Agency, Agência de Protecção do Ambiente] ou (112 km (70 milhas) após aplicação do factor de correcção da EPA). A autonomia pode ser maximizada pela utilização do inovador sistema de condução de 3 modos eléctricos, adaptado a partir do híbrido desportivo Honda CR-Z de 2011. Este sistema permite ao condutor seleccionar os modos Económico (Econ), Normal e Desportivo (Sport) para mudar de forma instantânea e ininterrupta a experiência de condução, de forma a maximizar a economia de combustível ou melhorar a aceleração.

O sistema de 3 modos de condução eléctrica utiliza o mesmo princípio que o sistema de 3 modos de condução do híbrido CR-Z, permitindo aos condutores optimizar o veículo de acordo com as suas preferências ou com as condições de tráfego. Em modo Econ, a autonomia prática pode aumentar até 17 por cento, comparada com uma utilização em modo Normal e até 25 por cento se comparada com a condução em modo Sport. A aceleração melhora significativamente em modo desportivo Sport, gerando performances semelhantes às de um veículo equipado com motor 2.0 a gasolina.

Para além do sistema E-Drive de 3 modos de condução, o Fit EV incluirá vários sistemas interactivos de treino para auxiliar o condutor a maximizar a autonomia da bateria.

Um mostrador especial avisa o condutor quando deve desligar o ar condicionado e outros acessórios para conservar a carga da bateria.

Para ajudar o condutor a gerir a utilização do veículo eléctrico, o Fit EV terá de origem um sistema de ligação que permite ao condutor permanecer ligado através de um smartphone, de um computador pessoal ou do comando à distância interactivo exclusivo da Honda, durante o tempo em que estiver afastado do veículo. Este comando à distância prático e interactivo permite a ligação ao veículo sem necessidade de ter uma ligação de Internet ou um sinal de telemóvel.

Através do sistema de ligação, o condutor poderá consultar à distância o estado de carga do veículo, dar início à carga e activar o ar condicionado, mesmo enquanto ligado à rede eléctrica, para reduzir a descarga da bateria no arranque.

A aplicação para telemóvel e a página de Internet também oferecem a capacidade de definir as notificações e os alertas de carga de forma a optimizar os tarifários eléctricos e oferece um serviço 24 horas de assistência em viagem, juntamente com um localizador de estações públicas de carga.

O Fit EV estará equipado de origem com um Sistema de Navegação Honda por Satélite™ que inclui uma funcionalidade de localização de estações públicas de carga.

O Fit EV foi concebido para ser um veículo eléctrico a bateria de carregamento fácil e funcional. A carga da bateria pode ser conseguida em menos de 12 horas, caso se use uma tomada convencional de 120 V e em menos de seis horas, caso se use uma tomada de 240 V.

O Fit EV Concept em exibição no Salão Automóvel de Los Angeles apresenta uma carroçaria em cor exclusiva Azul-Claro Pérola e jantes elegantes de 5 raios em liga de alumínio com inserções azuis. Este protótipo apresenta faróis exclusivos de LEDs, uma dianteira cromada, um pára-choques aerodinâmico, farolins traseiros transparentes de LED e autocolantes EV. No interior, o Fit EV Concept possui um bio-tecido ecológico a cinzento a revestir os bancos.

Ao lado do Fit EV Concept, a Honda vai apresentar um protótipo da estação de carga Honda. Para dar início à carga, o condutor passa um cartão pela frente do ecrã e, a seguir, liga o carregador ao veículo. A estação de carga Honda dá-nos uma ideia de como poderá ser, no futuro, uma infra-estrutura eléctrica de carregamento de baterias fácil de utilizar e intuitiva para os consumidores.

Híbrido Honda com Ligação à Rede Eléctrica (plug-in hybrid)

A Honda também apresentou uma plataforma de veículo híbrido com ligação à rede eléctrica (plug-in hybrid) que demonstra a geração seguinte do sistema híbrido de dois motores da Honda.

Integrado numa plataforma de um veículo de 4 portas de médias dimensões, este híbrido de ligação à rede eléctrica (plug-in hybrid) foi concebido de forma a ser compatível com os hábitos diários de condução, permitindo deslocações frequentes e de curta-duração em modo totalmente eléctrico, mas mantendo a capacidade de realizar viagens de longa distância, quando necessário.

O sistema Honda de dois motores eléctricos funciona continuamente em três diferentes modos, de forma a maximizar a eficiência da condução: totalmente eléctrico, a gasolina-eléctrico e um modo exclusivo de transmissão directa pelo motor de combustão interna. O híbrido com ligação à rede eléctrica (plug-in hybrid) também recorre à travagem regenerativa para carregar a bateria.

Em modo totalmente eléctrico, o veículo utiliza uma bateria de iões de lítio de 6 kWh e um potente motor eléctrico de 120 kW. O modo totalmente eléctrico permite obter uma autonomia aproximada entre os 16 e os 24 km em condução em cidade, com uma velocidade máxima de 100 km/h. Para carregar totalmente a bateria, demora entre 2 e 2,5 horas quando ligado a uma tomada de 120 V e entre 1 hora e 1,5 horas caso se use uma tomada de 240 V.

Este veículo também pode funcionar em modo híbrido a gasolina-eléctrico e a plataforma utiliza um eficiente motor 2.0 litros, i-VTEC® de 4 cilindros em linha, com ciclo Atkinson, acoplado a uma Transmissão Eléctrica de Variação Contínua (E-CVT). O gerador eléctrico de bordo junta-se à bateria na alimentação do motor eléctrico.

Para uma velocidade de cruzeiro elevada mais eficiente, o veículo pode ser conduzido em modo de transmissão directa, no qual apenas o motor de combustão acciona as rodas dianteiras.

 

 

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
310_Nissan_Leaf
420_BMW_C_Evolution
903_Tesla_Model_3
Clube 1000 km
Moderator
tcap-support

Alexandre Silva:
O sistema Honda de dois motores eléctricos

Alexandre Silva:
O modo totalmente eléctrico permite obter uma autonomia aproximada entre os 16 e os 24 km em condução em cidade, com uma velocidade máxima de 100 km/h. Para carregar totalmente a bateria, demora entre 2 e 2,5 horas quando ligado a uma tomada de 120 V e entre 1 hora e 1,5 horas caso se use uma tomada de 240 V.

Alexandre Silva:
utiliza um eficiente motor [...] com ciclo Atkinson

Does that ring a bell?

Nissan Leaf Tekna 30kWh out 2016 > ...   |   Renault Zoe Intens - jan 2014 > out 2016 (R.I.P.)   |   Prius 3G (ZVW30) - dez 2009 > dez 2013

                                                                                                         Spritmonitor.de |   Spritmonitor.de

aop@prius-pt.com

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support

Rival?

Alexandre, o título do tópico levanta-me questões. Acho despropositado.

Branca de Neve 30% são minha autoria...

Planeta: CO2

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
310_Nissan_Leaf
420_BMW_C_Evolution
903_Tesla_Model_3
Clube 1000 km
Moderator
tcap-support
Tendo em conta o meu post o que é que propunhas? O eterno copista?Devil

Nissan Leaf Tekna 30kWh out 2016 > ...   |   Renault Zoe Intens - jan 2014 > out 2016 (R.I.P.)   |   Prius 3G (ZVW30) - dez 2009 > dez 2013

                                                                                                         Spritmonitor.de |   Spritmonitor.de

aop@prius-pt.com

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support

Eu acho que a Honda deve ser elogiada, pois sempre se esforçou, e desde muito cedo no tema dos híbridos. Com altos e baixos, porém, mas a essência está lá.

E neste caso, demonstra aprendizagem e uma verdadeira evolução do sistema, pelo que deveremos estar perante a morte anunciada do IMA.

Copista não diria, mas talvez reformulasse o título na íntegra, do género: "Honda propõe programa com plug-in e EV" , ou um soft  "Honda pretende rivalizar com propostas da Toyota" ou até um mais agressivo "Honda nas cordas admite knock-out técnico e revoluciona IMA"... Stick out tongue

Mas isso compete ao autor do tópico, que tem por hábito colocar temas interessantes. Se bem fundamentados, salvo seja.

Branca de Neve 30% são minha autoria...

Planeta: CO2

Top 500 Contributor
Pendura
021_Auris_HSD_1G
banned

O titulo "O eterno rival de volta!" é uma analogia a dois carros e duas marcas que durante uma década disputaram sozinhos o mercado dos hibridos.

A Honda até foi a primeira a feze-lo, o Insight bateu o Prius por sete messes e tornou-se no primeiro veiculo hibrido a ser produzido em serie.

Durante anos tinhamos a Honda e a Toyota, o Insight e o Prius, existem milhares de comparativos entre estes dois veiculos ...

O sistema HSD da Toyota é deveras melhor que o IMA, a Honda melhorou e vai regressar com um novo sistema, creio que será algo bom, a Honda já anda nisto faz tempo e parece querer recuperar um trono que ocupou durante sete messes.  

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_2G
SystemAdministrator
tcap-support

Alexandre Silva:
A Honda até foi a primeira a feze-lo, o Insight bateu o Prius por sete messes e tornou-se no primeiro veiculo hibrido a ser produzido em serie.


Em que universo paralelo foi isso???

Esta é mais uma das tuas pérolas... e como de costume dito com uma certeza inabalável... e depois pimba... aterras com o nariz no chão...

O primeiro híbrido a ser produzido em série foi o Toyota Prius em 1997, se tens um Toyota, andas neste fórum, e nem isto sabes, estás muito mal.

O Insight só viu a luz do dia pela primeira vez no Japão em 1999, dois anos depois do Prius em 1997! Capisce? Angry

A Honda foi a primeira marca a introduzir um híbrido no mercado Americano, apenas e só isso, foram mais rápidos a exportar o Insight para os USA do que a Toyota foi a exportar o Prius.

Agora dizeres que só porque o Insight foi o primeiro híbrido à venda nos USA este foi o primeiro veículo híbrido a ser produzido em série... tem dó!

Alexandre Silva:
O sistema HSD da Toyota é deveras melhor que o IMA, a Honda melhorou e vai regressar com um novo sistema, creio que será algo bom, a Honda já anda nisto faz tempo e parece querer recuperar um trono que ocupou durante sete messes. 


Que delírio... deixa-te de querer ter protagonismo e vê se investigas o que escreves antes de teimares com os outros, parece que nunca aprendes.

Arre!

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
310_Nissan_Leaf
420_BMW_C_Evolution
903_Tesla_Model_3
Clube 1000 km
Moderator
tcap-support

João Prates:
O primeiro híbrido a ser produzido em série foi o Toyota Prius em 1997[...]

O Insight só viu a luz do dia pela primeira vez no Japão em 1999, dois anos depois do Prius em 1997![...]

Wikiconfere!

Nissan Leaf Tekna 30kWh out 2016 > ...   |   Renault Zoe Intens - jan 2014 > out 2016 (R.I.P.)   |   Prius 3G (ZVW30) - dez 2009 > dez 2013

                                                                                                         Spritmonitor.de |   Spritmonitor.de

aop@prius-pt.com

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_3G
Moderator
tcap-support

Em relação a este tópico, só me apetece comentar: "sai uma fotocópia para a mesa do canto". Big Smile

Toyota Prius 4G PHV    Spritmonitor.de

Top 50 Contributor
Plug-In
015_Prius+
021_Auris_HSD_1G
tcap-support

Com o volt a desiludir, parece que o único rival digno desse nome é mesmo o honda.

Espero que esteja à altura que isso é que é preciso

Page 1 of 2 (18 items) 1 2 Next > | RSS
Copyright 2009 Prius-PT.com
Powered by Community Server (Non-Commercial Edition), by Telligent Systems