Prius-PT
Comunidade independente de proprietários e amigos de viaturas de mobilidade sustentável

DB Auris TS Square Collection - Marco Rola

rated by 0 users
This post has 17 Replies | 4 Followers

Top 500 Contributor
Pequeno citadino
023_Auris_Touring_Sport_2013
Marco Rola Posted: 21 Aug 2017 11:16

Bom dia a todos,

Vamos nos primeiros 300km, "eu e ela".

Continua a ser incessantemente presente na minha mente e estado de espírito este novo relacionamento de mobilidade que, como indicava na minha apresentação no devido cantinho, vem na sequência de uma vida de Toyotas na família e no caso desta Auris TS, juntar-se ao "mano mais velho", um Auris 1.4 D4D.

(*Suspiro* "Ai D4D, o que é que eu te faço agora?..")

Dei as minhas primeiras voltas num Corolla XLI, vermelho, de 1987. É verdade que com 7 ou 8 anos, umas voltas são literalmente isso - umas pequenas voltas no parque de estacionamento, isento de provocar fatalidades em redor. Repetidas sempre que possível. A este seguiram-se um Corolla de 1997 e mais tarde um Corolla de 2006.
O primeiro comprado com o meu dinheiro só chegou há poucos anos - 2013 - e matriculado pela primeira vez em 2008. Demos voltas incríveis - comprado em Barcelona, atravessou o Mediterrâneo até Civitavecchia, viveu em Roma, foi a Florença/Pisa/Siena, voltou a Barcelona, passou por Madrid e aqui encontrou casa com nova matrícula e renovada fé de que tenho carro "para uma vida".

Há aqui uma tendência certamente, que não se prende somente com a fidelização a uma marca como à longevidade da mesma. Acredito nem que seja nos meus sonhos que o Corolla XLI ainda aí anda para as curvas (RQ-14-48, anyone?) e está tão fresco hoje como me lembro dele na minha infância. São e continuam a ser carros para durar. Pelo menos cá em casa, ora com alguns dissabores ligeiros que, no percorrer do tempo se tornam pequenos desvios que são prontamente esquecidos.

Quando o Rally de Portugal acelerava por essa Serra do Montejunto fora e pelo Norte de Portugal na década de 90, os Lancia Delta que tanto adorava já haviam dado lugar a uma paixão maior - Os Toyota.

Não deixem a minha aparente "fixação" com a marca passar a ideia de que sou tendencioso. Acima de tudo queria um automóvel novo que fosse seguro, fiável e em dada medida tão ou mais económico do que o anterior. Queria também fazer a transição, essa que poucos têm como importante mas que se prende com tentar deixar o Mundo um lugar um bocado melhor do que aquele em que o encontramos. Aqui em casa que temos consciência ecológica em quase tudo o que fazemos, há aquela analogia entre a necessidade de mobilidade (para quem mora para lá dum subúrbio e se desloca para um aeroporto principal com frequência) e a sustentabilidade possível nessa mesma mobilidade - Um Híbrido, portanto, se à falta de, por enquanto, melhor..!

Mas vamos ao que realmente interessa:

(Uma palavra especial para a Toitorres, que bateu aos pontos os outros quatro representantes Oficiais e um Particular quer no trato com o cliente, quer no profissionalismo e quer na oferta que conseguiram apresentar)

Os primeiros 300km comigo ao volante e com "ela" na estrada.
As primeiras impressões são deveras positivas. A nível de estabilidade nota-se que se passaram quase 10 anos entre o primeiro Auris que ainda aqui mora e este. O primeiro é um carro. Um bom carro, admito, mas este é um automóvel. Não o digo "intoxicado" pelos químicos do "cheiro a novo" ou da frescura quase imediata do AC nestes dias mais quentes. É em praticamente tudo mais automóvel que o anterior.

Esperava o mesmo que os restantes novos utilizadores. Sou "maçarico" com a gestão do pé. Essencialmente em AE e nas voltinhas, havia registado 5,2l no D4D e dava-me por contente. É verdade que isso só se revelava possível com uma velocidade média em AE de 110km/h. É pisar para aqueles 10-20km/h extra para arruinar essa média e deixá-la mais perto dos 5,8l ou até, peso pesado, 6l.
Mas vou partir do princípio nada errado que a minha condução passiva-agressiva se traduzia num consumo de 6L com o meu Diesel ao longo de muito tempo.

(Toyota.. sempre à frente!)

A primeira coisa que me agradou desde longo na TS foi aquele silêncio.
Vocês sabem melhor que ninguém do que falo. Aquela sensação maravilhosa de ter um automóvel a mover-se e a consumir/poluir zero. Aquele "barulhinho" que, calculo, nos próximos anos será um "standard" permanente na nossa mobilidade. Por vezes faz-me lembrar o comboio suburbano. Talvez tenham em comum o tamanho dos travões ;)

Neste percurso habitual que são 37km ida + 37km volta até ao Aeroporto onde trabalho, verifiquei consumos na ordem dos 5,4l. Ainda não sei precisar e com o tempo certamente terei dados mais fidedignos para comentar. Até chegar/sair da AE há uma fase em que o EV vai activado e a forma como isso me faz sentir oscila entre a criança de 8 anos sentada no Corolla XLI e o adulto maravilhado com a tecnologia do Século XXI (passo a expressão, caríssimos utilizadores do Prius original, pois sei que já a usam vamos em 20 anos, portanto desde o Século Passado).

Tenho momentos em que ignoro a média do consumo e "puxo por ela", feito malandro. Fiquei bem impressionado, sem dúvida. É verdade que há um roncar ruidoso para nos meter "lá em cima", mas ela fá-lo com graça e capacidade. E velocidade. Algures li que lhe chamavam "lenta" e que se "arrastava". Alguma crítica estrangeira considerava-a "boring" (aborrecida).
Mas não é. É o que quisermos que ela seja e ela dá-nos em retorno aquilo que nela colocarmos.

(Quando estamos no mundo maioritário do EV para ir "daqui até ali" deixa-nos um sorriso na cara.)

Não tardo em regressar à Terra e voltar a focar-me neste comportamento quase obsessivo que é observar uma média de consumo sustentável e a utilização do EV em cada cenário possível.
Sei que é um processo e que posso fazer melhor. Vou fazer melhor.
Denoto o comportamento alheio que contrasta com a minha condução relaxada e espaçada do veículo da frente (travar ou deixar abrandar, eis a questão). Os "diesel" querem passar, agressivos. Detestam carros novos e brilhantes, ignoram que o sinal luminoso que avisa "50" sob a pena de cair o vermelho no sinal se fará sentir. Estrabucham fechados no seu Mundo, mas quando a TS muda de direcção, noto que o pescoço do nervoso diesel a segue na sua marcha muitas vezes silenciosa. Tenho esperança que se interroguem se é tempo de mudar.
Eu mudei - e estou a adorar!

Top 25 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
022_Auris_HSD_2G
Clube 1000 km
tcap-support
César Borges replied on 21 Aug 2017 11:42

Eu também mudei...e continuo a adorar.

Consumos?

Respeitar os limites de velocidade e tentar evitar que o «ponteiro fique vermelho»...e as médias acontecem.

Felicidades para a «Branquinha».

  Auris HSD....amigo da carteira e amigo do Ambiente.   Paradise

_________________________

136 Cvs que «merecem» ser explorados.Wink

  

 

Top 25 Contributor
Plug-In
012_Prius_2G
banned
Afonso Henriques replied on 21 Aug 2017 12:22

Marco Rola:
Quando o Rally de Portugal acelerava por essa Serra do Montejunto fora e pelo Norte de Portugal na década de 90

E que tal o troço do Gradil? Big Smile

Também sou cliente da Toitorres Yes

O meu irmão mais velho foi dos primeiros clientes nos anos 70: um Corolla Coupé e um Célica GT...  ambos fantásticos e raros.

 

Toyota Prius 2G   Spritmonitor.de

Top 25 Contributor
Plug-In
0000_PREMIUM_Access
310_Nissan_Leaf
Clube 1300 km
tcap-support
Bruno Almeida replied on 21 Aug 2017 14:01

Boa tarde Marco,

Mais um relato delicioso!

Em relação às medias, um pequeno concelho (se assim se poder catalogar) e dado que a Auris TS é recente (300km) goza primeiro tudo: conforto, dinâmica, tecnologia, gadgets, silencio, espaço, ....

E depois com mais tempo e melhores temperaturas (idênticas às de esta semana) verás que os consumos aparecem quase como por magia.

Já o disse e volto a repetir pois ninguém me consegue tirar esta ideia da cabeça: um HSD não se conduz, deixa-se ser conduzido.

Abraço,

Bruno R. Almeida

PRIUS 2G (Ago 2009 a Nov 2017)   

Leaf mk1 (Fev 2018 a ...) 12,87 kWh/100km

Top 75 Contributor
Full Hybrid
050_C-HR_2016
tcap-support
Marco Vale replied on 21 Aug 2017 16:31

Belo relato e parabéns pela nova montada!

Top 75 Contributor
Full Hybrid
050_C-HR_2016
tcap-support

Afonso Henriques:

 

O meu irmão mais velho foi dos primeiros clientes nos anos 70: um Corolla Coupé e um Célica GT...  ambos fantásticos e raros.

 

OT:

Ainda tem essas 2 raridades?!

Top 50 Contributor
Full Hybrid
023_Auris_Touring_Sport_2013
tcap-support
Luís Manuel replied on 21 Aug 2017 17:05

 

Parabéns pela nova máquina e bem vindo ao "clube".

Feliz proprietário de uma Auris TS Sports 1.8 HSD

Consumption:
5,12 l/100km  (spritmonitor)

 

Top 500 Contributor
Pequeno citadino
023_Auris_Touring_Sport_2013

Obrigado.

Realmente tinha ideia que o "post" de fotos seguia regras de reencaminhamento e não de alojamento no servidor.

Ooops, erro de "newbie"!

Obrigado, será prontamente corrigido.

Top 25 Contributor
Plug-In
012_Prius_2G
banned

Marco Vale:
Afonso Henriques:

O meu irmão mais velho foi dos primeiros clientes nos anos 70: um Corolla Coupé e um Célica GT...  ambos fantásticos e raros.

OT:

Ainda tem essas 2 raridades?!

Infelizmente não. O primeiro foi abalroado na traseira por um camião. O três ocupantes safaram-se com ferimentos ligeiros, mas o carro ficou destruído. Era novo ainda.  Entretanto a Toitorres recebeu o primeiro Célica...   Em vermelho na versão GT.    Era espetacular.

Ficou por cá alguns anos, mas depois, meu irmão precisou de um carro mais familiar.   Tivesse eu idade para o conduzir, ficava com ele.

 

Toyota Prius 2G   Spritmonitor.de

Page 1 of 2 (18 items) 1 2 Next > | RSS
Copyright 2009 Prius-PT.com
Powered by Community Server (Non-Commercial Edition), by Telligent Systems