Prius-PT
Comunidade independente de proprietários e amigos de viaturas de mobilidade sustentável

Reflexões em redor da pegada ambiental

rated by 0 users
This post has 6 Replies | 2 Followers

Top 75 Contributor
Full Hybrid
0000_PREMIUM_Access
012_Prius_2G
Clube 1000 km
tcap-support
João Crisóstomo Posted: 8 Mar 2018 20:58

O debate sobre a questão dos carros a diesel- versus híbridos, suscitou - me algumas reflexões que gostaria de partilhar :

A capacidade de adaptação da Natureza ilude. Pensamo-la capaz de resistir a todos os excessos humanos, e não é verdade. A desertificação progressiva dos solos outrora aráveis, prova-o. As alterações climáticas são um aviso que recusamos compreender.  O resultado pode ser catastrófico, e não apenas para as gerações futuras.

Em 1992 adquiri um bocado de terra no Alentejo. Lembro - me de semanas de chuva no Inverno, de temperaturas agradáveis no Outono e na Primavera, e de calor às vezes tórrido no Verão. Lembro - me de um equilíbrio natural que já na época estava comprometido, mas que hoje parece perdido.

Falando com habitantes da região dizem - me qur os poços que outrora usavam hoje estão secos. E de nada vale abrir outros porque não há água. A responsabilidade será da indústria do mármore.

Mármore no Alentejo, desperdício nas cidades, gestão danosa e poluição sem freio nos cursos de água ainda potável. Sempre a mão humana, a nossa ambição desmedida pelo lucro fácil como causa de desequilíbrios estruturais que colocam em perigo a sobrevivência. 

Tenho uma amiga engenheira de construção civil. Há uns anos perguntei - lhe para quando a adopção de regras que evitassem o desperdício da água potável? Não soube responder. Aparentemente, disse, ninguém pensa nisso.

Este alheamento é perigoso, esta inércia pode ser mortal. Contávamos que as alterações climáticas fossem coisa do futuro. Na verdade são do presente, sendo no presente que ganhamos o direito à sobrevivência ou que o perdemos. 

Conheci um indivíduo que passava o tempo a plantar árvores. Para onde quer que se deslocasse levava consigo alguns rebentos. Fazia-o por ter consciência que sem árvores os solos desertificam, as terras perdem a sua bio diversidade, os lençóis freáticos esgotam-se. E explicou-me que é através dos pequenos caules que as águas da chuva penetram nos solos. Ora tudo começa nas árvores que fornecem sombra permitindo a criação de zonas húmidas onde arbustos mais pequenos se fixam.

O meu avô paterno lembrava-se duma época em que o Alentejo era um bosque. Era ali que os construtores do norte se abasteciam de madeiras para o travejamento.

Boa parte do interior de Espanha na década de 70 era já deserta. Foram os grandes rebanhos, disseram-me. No Alentejo não foram os rebanhos mas a cultura intensiva dos cereais. 

Trazer para este fórum temas distintos de consumos e características técnicas dos híbridos de que todos gostamos, parece-me necessário. Afinal a preocupação ambiental não se pode limitar á redução da pegada de carbono. 

Abraço coletivo 

Crisóstomo 

 

Top 25 Contributor
Plug-In
0000_PREMIUM_Access
310_Nissan_Leaf
Clube 1300 km
tcap-support

João Crisóstomo:
Contávamos que as alterações climáticas fossem coisa do futuro. Na verdade são do presente,

Crisóstomo, totalmente de acordo.

E é nos pequenos gestos que relata que podemos fazer uma grande diferença.

No meu caso especifico, não o faço plantando arvores por onde possa ir passando, mas em todas as atividades que possa participar com esse fim e de preferência em família, faço-o sempre.

É na verdade apenas mais uma pequena arvore, mas a família estava lá, é um momento de educação, respeito pela natureza, de empatia para com o mundo e com o outro, além de ser um programa diferente e divertido.

Gostava de mudar o mundo, não consigo! Mas posso mudar o "meu" mundo e isso devagarinho vai influenciando o "meu" mundo.

1º a reciclagem, depois a alteração da iluminação lá de casa, de seguida a aquisição de painéis de aquecimento de agua sanitárias, seguida da compra do Prius 2G,a alteração para alimentação biológica, agora o BEV. a Futuro os painéis de produção fotovoltaica. Pequenos gestos, pequenos passos, mas já não caminho sozinho e isso desculpem-me a presunção mas faz-me orgulhoso.

Sou sempre o 1º, sou sempre eu a ter que ouvir as piadinhas e piadolas, mas ponho as pessoas a pensar e a mudança acontece. Magnifico.

Única queixa, é tudo muito lento, ainda vivemos a cultura do hoje. A mudança sempre deu trabalho mas é a única coisa imutável no tempo.

Bruno R. Almeida

PRIUS 2G (Ago 2009 a Nov 2017)   

Leaf mk1 (Fev 2018 a ...) 12,87 kWh/100km

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support

Temos o privilégio, como Comunidade Prius-PT, inicialmente concentrando mais os adeptos e amigos do Toyota Prius. há perto de uma década tem conseguido acolher membros com o objetivo partilhado da redução da pegada ambiental.

Podemos encontrar discussão de temas das florestas, da energia, e das alterações climáticas, é só procurarmos bem e alguns desses temas poderão precisar de refrescamento Yes

E também encontraremos discussões sobre o impacto de construção e de abate final das viaturas tradicionais e das alternativas, até porque esses debates ajudam a compreender melhor o Custo Ambiental da Mobilidade, e podemos individualmente ser melhores mensageiros de factos do que de pseudo-ciência, infelizmente aquela que mais nos invade na net.

É uma construção que toca a todos, a de um Mundo melhor para as gerações que nos sucederão.

 

Branca de Neve 30% são minha autoria...

Planeta: CO2

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_3G
Moderator
tcap-support

Bruno Almeida:

João Crisóstomo:
Contávamos que as alterações climáticas fossem coisa do futuro. Na verdade são do presente,

Crisóstomo, totalmente de acordo.

Eu não concordo...

As alterações climáticas sempre existiram. Fazem parte integrante da dinâmica do nosso planeta e do próprio sistema solar.

Toyota Prius 4G PHV    Spritmonitor.de

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_3G
Moderator
tcap-support

O que não significa que o Homem não as esteja a acelerar.

 

 

 

Toyota Prius 4G PHV    Spritmonitor.de

Top 75 Contributor
Full Hybrid
0000_PREMIUM_Access
012_Prius_2G
Clube 1000 km
tcap-support

Luis Neves:

O que não significa que o Homem não as esteja a acelerar 

O homem empenha-se na humanização da natureza. Têm sido o seu grande objectivo. O que se compreende se pensarmos na sua fragilidade. 

É um caminho experimental não isento de erros.

Durante séculos este processo foi conciliável com os ciclos naturais, o planeta conseguiu absorver e diluir a actividade humana. Éramos poucos.

Hoje o aquário está cheio. O espaço arável diminuiu. Os recursos de alimentos estão à beira da rotura. As espécies animais têm visto os seus habitat invadido pela nossa necessidade de espaço. Tornamo-nos o grande predador que, não contente com o que conquistou às outras espécies, se auto-devora. 

Não sendo os ciclos da natureza responsabilidade humana, o seu desequilíbrio será. Pelo menos assim parece. De onde ser lógico diminuir o impacto ambiental, do ponto de vista negativo, que a nossa continua expansão está criando. É pelo menos a lógica do bom senso. 

Abraço 

Crisóstomo 

 

Top 75 Contributor
Full Hybrid
0000_PREMIUM_Access
012_Prius_2G
Clube 1000 km
tcap-support

Bruno Almeida:

João Crisóstomo:
Contávamos que as alterações climáticas fossem coisa do futuro. Na verdade são do presente,

Crisóstomo, totalmente de acordo.

E é nos pequenos gestos que relata que podemos fazer uma grande diferença.

No meu caso especifico, não o faço plantando arvores por onde possa ir passando, mas em todas as atividades que possa participar com esse fim e de preferência em família, faço-o sempre.

É na verdade apenas mais uma pequena arvore, mas a família estava lá, é um momento de educação, respeito pela natureza, de empatia para com o mundo e com o outro, além de ser um programa diferente e divertido.

Gostava de mudar o mundo, não consigo! Mas posso mudar o "meu" mundo e isso devagarinho vai influenciando o "meu" mundo.

1º a reciclagem, depois a alteração da iluminação lá de casa, de seguida a aquisição de painéis de aquecimento de agua sanitárias, seguida da compra do Prius 2G,a alteração para alimentação biológica, agora o BEV. a Futuro os painéis de produção fotovoltaica. Pequenos gestos, pequenos passos, mas já não caminho sozinho e isso desculpem-me a presunção mas faz-me orgulhoso.

Sou sempre o 1º, sou sempre eu a ter que ouvir as piadinhas e piadolas, mas ponho as pessoas a pensar e a mudança acontece. Magnifico.

Única queixa, é tudo muito lento, ainda vivemos a cultura do hoje. A mudança sempre deu trabalho mas é a única coisa imutável no tempo.

Bruno R. Almeida

Amigo, 

Cada um planta as suas árvores não havendo duas iguais. É também esta diversidade que nos enriquece a todos. As suas têm ido no sentido de criar condições para um viver mais são. Assim todos o fizéssemos, já que estas coisas não são mundos fechados e o que cada um faz contagia sempre outros. 

Abraço 

Crisóstomo 

Page 1 of 1 (7 items) | RSS
Copyright 2009 Prius-PT.com
Powered by Community Server (Non-Commercial Edition), by Telligent Systems