Prius-PT
Comunidade independente de proprietários e amigos de viaturas de mobilidade sustentável

Esquecimento do carro ligado

rated by 0 users
This post has 8 Replies | 3 Followers

Top 50 Contributor
Full Hybrid
012_Prius_2G
210_Renault_Fluence
Clube 1400 km
tcap-support
Alexandre Moleiro Posted: 16 Mar 2015 20:44

Problema possível nos híbridos e EV's: sair do carro e esquecer-se dele ligado, por horas!

Já aconteceu ao Pedro B. Luis e pelos vistos já houve duas intoxicações por monóxido de carbono com o Volt.

A GM está a fazer um recall dos Volt para actualização de software que fará o carro desligar-se se estiver muito tempo parado.

Ver notícia aqui: http://www.autonews.com/article/20150312/OEM11/150319938/gm-recalls-64000-volts-over-carbon-monoxide-risk

Alexandre Moleiro

Renaul Fluence ZE (2013) Renault Fluence ZE
(2013)
Consumo médio
Prius 2G (2005) Tesla Model 3
(2019)
Consumo médio
Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support
Os motores atuais são muito contidos nas emissões de CO. Pode acontecer uma falta de oxigénio, substituindo por CO2. Asfixia, em ultima instância... De qualquer modo, mais logo vou seguir o link e dar uma vista de olhos...

Branca de Neve 30% são minha autoria...

Planeta: CO2

Top 50 Contributor
Full Hybrid
012_Prius_2G
210_Renault_Fluence
Clube 1400 km
tcap-support

Eu tinha a ideia que se numa sala fechada começar a faltar o oxigénio a queima de combustível começa a ser feita de forma incompleta e começa-se a gerar monóxido de carbono.

Do ponto de vista do ser humano o mais certo é chegar primeiro a asfixia por falta de O2 e/ou excesso de CO2 do que por excesso de CO, ou estou a pensar mal?

 

Pergunta lateral só por curiosidade: Um MCI fechado numa sala hermética também vai asfixiar? Por falta de O2? E o catalisador sofre?

 

Alexandre Moleiro

Renaul Fluence ZE (2013) Renault Fluence ZE
(2013)
Consumo médio
Prius 2G (2005) Tesla Model 3
(2019)
Consumo médio
Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support
A gestão vai corrigir a mistura, de modo a manter sempre a quase-estequiometria. Antes de haver esta correção e haver produção de CO no catalisador, presumo que haja asfixia ou alterações de consciência, que ocorre abaixo dos 19%, e se tornam mais evidentes pelos 17%. Amanha vou rever os meus apontamentos...

Branca de Neve 30% são minha autoria...

Planeta: CO2

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support

Ora bem, vamos começar pelos limites humanos...

[recomendações OMS para a Europa 2000, limites]

  • 100 mg/m3 (87 ppm) for 15 min
  • 60 mg/m3 (52 ppm) for 30 min
  • 30 mg/m3 (26 ppm) for 1 h
  • 10 mg/m3 (9 ppm) for 8 h
  • [concentração e efeitos humanos]

    35 ppm (0.0035%) Headache and dizziness within six to eight hours of constant exposure
    100 ppm (0.01%) Slight headache in two to three hours
    200 ppm (0.02%) Slight headache within two to three hours; loss of judgment
    400 ppm (0.04%) Frontal headache within one to two hours
    800 ppm (0.08%) Dizziness, nausea, and convulsions within 45 min; insensible within 2 hours
    1,600 ppm (0.16%) Headache, increased heart rate, dizziness, and nausea within 20 min; death in less than 2 hours

    (http://en.wikipedia.org/wiki/Carbon_monoxide_poisoning)

     Em relação a asfixia, i.e., privação de oxigénio em relação a uma atmosfera de 20,9%, os limites de 19,5% são comumente aceites. Abaixo disso...

    Serious side effects will occur if the oxygen levels are outside of the safe zone. At levels at or below 17 percent, your mental abilities become impaired. When levels drop to 16 percent or below, noticeable changes to your beings while levels under 14 percent will cause extreme exhaustion from physical activity. Once levels drop below 10 percent, you may become very nauseous or lose consciousness. Humans won't survive with levels at 6 percent or lower.

    (http://classroom.synonym.com/minimum-oxygen-concentration-human-breathing-15546.html)

     

    Em relação ao emissor de CO:

    Catalytic converters are not enough
    Do not assume that an engine fitted with a catalytic converter can be run safely indoors, they can't. Catalytic converters are less effective when the exhaust gases are relatively cool - such as when the engine is only idling or being run intermittently.

    (http://www.cdxetextbook.com/safetyInfo/osh/hazards/runningengines.html)

    O que não sei é como um motor de combustão poderá consumir ar sucessivamente mais pobre em O2 e como se comportará o sistema de controlo de emissões. Em regra, existem sensores de O2 no escape que determinam, por afinação, a mistura A/F que o motor deverá admitir. O limite é francamente desconhecido, provavelmente dará erro no painel. O que é certo é que por motivos de desempenho, o motor não parará enquanto não for fisicamente interrompido...

    Fica a dúvida do que "ataca antes": oxigénio baixo ou CO?

    Ficam outras dúvidas ainda: sendo o Prius um híbrido imensamente mais difundido, que irá certamente funcionar mais vezes após depleção da bateria HV, qual o historial de danos humanos por casos semelhantes, e porque é que só agora, 15 anos depois do 1G tocar os USA alguém produz um recall dum outro veículo híbrido?

    Fica a "moral": nem com um motor bem catalisado se deve funcionar em espaços confinados.

     

    Branca de Neve 30% são minha autoria...

    Planeta: CO2

    Top 25 Contributor
    Plug-In
    013_Prius_3G
    tcap-support

    Não percebo é qual a probabilidade de alguém ficar dentro do carro tempo suficiente para que este "a mate", a menos que a pessoa se queira suicidar. Ainda para mais num híbrido. Reparem que, se num carro convencional o processo seria moroso, agora num Prius que além de ter emissões mais baixas, o motor de vez em quando para de trabalhar durante um bom bocado. Realmente, se conjugarmos a probabilidade de, ao mesmo tempo, a pessoa estar num espaço fechado, esquecer-se de desligar o carro, não reparar nisso mesmo quando o MCI começa a trabalhar, permanecer lá tempo suficiente para desmaiar e morrer e mais ninguém dar por isso, creio ser mais fácil ganhar o euromilhões todas as semanas. E assim por alto, acho que consigo pensar em 1000 maneiras bem mais prováveis de morrer dentro de um carro do que assim.

    ____________________________________________________________

    Conduzam com cuidado, em respeito do código, da vida e do ambiente! Cool

    Luís Miguel

    Top 10 Contributor
    EV
    0000_PREMIUM_Access
    013_Prius_3G
    Clube 1000 km
    SystemAdministrator
    tcap-support

    Concordo, Luís, e daí a minha surpresa em relação a este caso do Volt.

    Branca de Neve 30% são minha autoria...

    Planeta: CO2

    Top 50 Contributor
    Full Hybrid
    012_Prius_2G
    210_Renault_Fluence
    Clube 1400 km
    tcap-support

    A questão é que num fumarento é dificil esquecer de o desligar e num híbrido basta estar a atender um telefonema para ignorar os bips.

    Alexandre Moleiro

    Renaul Fluence ZE (2013) Renault Fluence ZE
    (2013)
    Consumo médio
    Prius 2G (2005) Tesla Model 3
    (2019)
    Consumo médio
    Top 50 Contributor
    Full Hybrid
    012_Prius_2G
    013_Prius_3G
    tcap-support

    O meu apita bem alto 2 vezes, por isso não dá como fugir.

        Spritmonitor.de

    "O Branquinho do Lapa"

      


    Page 1 of 1 (9 items) | RSS
    Copyright 2009 Prius-PT.com
    Powered by Community Server (Non-Commercial Edition), by Telligent Systems