Prius-PT
Comunidade independente de proprietários e amigos de viaturas de mobilidade sustentável

Capacidade / Longevidade da Bateria

rated by 0 users
This post has 20 Replies | 4 Followers

Top 25 Contributor
Plug-In
0000_PREMIUM_Access
012_Prius_2G
Clube 1200 km
tcap-support
Miguel Vinha Posted: 30 Jun 2008 2:23

Olá!

Venho lançar uma questão que nunca vi ser muito bem esclarecida, e pode ser que daqui venha alguma luz sobre o assunto...

Bem sei que a Toyota dá 8 anos de garantia sobre o sistema híbrido, no qual se encontra a bateria.

Mas, tal como uma bateria de um telemóvel vai perdendo a sua capacidade ao longo da vida, e se quando é nova dá 3hrs de conversação, passado um ano já pode só dar metade disso ou menos, dependendo do uso que teve, pergunto se a bateria do Prius tem sempre a mesma capacidade ao longo da sua vida, ou pelo menos ao longo dos 8 anos da garantia, ou se também a vai perdendo?

Eu sei que o sistema hibrido a vai mantendo sempre com a carga óptima para o seu funcionamento a cada instante, mas se a capacidade da mesma se vai gastando mais depressa ao longo da vida do carro, parece-me que o MCI vai ter que passar a actuar mais frequentemente para a manter nesse nível de carga óptimo.

Não estou a dizer que a capacidade da bateria se esgote com o tempo como se esgota a bateria de um tlm, como é óbvio!

Acho que a única maneira de poder mesurar isto seria ver a autonomia do Prius em modo EV com a carga máxima quando é novo, e a cada 10.000kms (por exemplo) fazer o mesmo teste para verificar se a distância percorrida é a mesma, mas isto é um teste impracticável de se fazer a menos que fosse em circuito fechado, com condições sempre iguais como vento, carga exacta da bateria, pressão dos pneus, etc...

Também me parece que o uso que se dá à bateria pode de alguma forma inferir sobre a capacidade da mesma ao longo da vida. Se andarmos frequentemente pé na brasa a pedir o máximo da bateria, ou fizermos uso frequente do modo EV, não será diferente de se não usarmos o EV e andarmos mais comedidos na velocidade?

 

Top 25 Contributor
Plug-In
0000_PREMIUM_Access
022_Auris_HSD_2G
Clube 1000 km
Moderator
tcap-support

Aproveito este tópico para colocar a minha primeira duvida.

De todos os aparelhos que tenho que usam baterias, têm escrito nas instruções que deve-se descarregar/carrregar por completo as baterias regularmente para aumentar a longevidade e capacidade de carga.

Ora numa utilização normal do Prius isso raramente acontece, e as baterias estão constantemente a sofre cargas/descargas (incompletas). Mesmo sabendo que as baterias foram fabricadas tendo em conta estes factores, não seria benéfico fazer uma descarga por completo às mesmas regularmente?

Pelo que li por aqui, no modo EV o mínimo que as baterias vão é até aos 25% da sua carga. Não haverá maneira de as descarregar até 5% por exemplo?

Spritmonitor.de Auris HSD 2015

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_2G
SystemAdministrator
tcap-support

Boa questão, mas não temos dados técnicos sobre o assunto, por isso o mais que podemos fazer é recorrer à experiência e prática quotidiana.

Sabemos que a Toyota/Panasonic EV dizem ter feito a bateria e o sistema que a gere por forma a aguentar pelo menos 10 anos de utilização intensiva.

Isto é sabido e muito bem, por todos os que pretendem encontrar novas tecnologias para baterias, porque é a meta a atingir... durar menos de 10 anos não serve. Também convém não esquecer que é graças a essa vida esperada de 10 anos que a Toyota pode dar 8 anos de garantia descansada.

Mas o que acontece ao final dos 10 anos? Ela deixa de funcionar? Não, claro que não. O que é garantido é que a capacidade de armazenagem e de disponibilidade de corrente da bateria não se altera significativamente nesse espaço de tempo. Isto quer dizer que daqui por 10 anos as nossas baterias são capazes de ter se calhar 90% ou 95% da capacidade, é um valor aproximado.

O que também sabemos, e tu Miguel és dos que sabem isto muito bem, é que o maior caso de longevidade de que temos conhecimento é o do Grant que tem o Táxi Prius com mais kms que se conhece. Nunca ele teve qualquer problema com a bateria.

Agora que falamos nisso, nós que andamos por esses fóruns a fora um pouco por todo o mundo que fala inglês, nunca vi 1 único problema em bateria de um Prius. Já vi 2 ou 3 inversores com problemas, já vi 1 transmissão queimada, e alguns (a avaria mais frequente) MFD com problemas no passado. Nunca vi ninguém a se queixar das baterias. O problema no MFD era um problema de soldadura no fabricante (Fujitsu) que foi rápidamente resolvido na linha de montagem e todos os MFD afectados foram substituídos de borla.

Portanto sem dados ciêntificos o máximo que podemos dizer é que quem tem problemas no carro vai logo a um fórum reclamar ou pedir ajuda. Dos milhares de membros dos grupos/fóruns que conheço nunca 1 sequer se queixou da bateria. Mesmo que tivesse encontrado 10 ou 20 era uma amostragem muito pequena, mas nem 1. Apenas a primeira versão que só foi vendida no Japão tinha problemas, que foram prontamente resolvidos numa nova fornada da Panasonic EV e trocadas de borla mais uma vez pela Toyota. Isto foi há 10 anos.

Como o carro fez agora 10 anos, se houvesse algum problema já teria acontecido. Tens pessoas com o Classic por esse mundo fora na net a dizer maravilhas daquilo. Há quem goste tanto do carro que nem quer trocar por um 2008!

Quanto ao uso do botão EV, como sabes também o uso do EV pode forçar a utilização da bateria por mais tempo, mas nunca na vida tu consegues ir abaixo dos 40% do limite inferior, assim como dos 85% do limite superior (valores aproximados). Por isso estás sempre dentro dos parâmetros saudáveis da bateria.

Claro que se usares menos EV ele sofre menos, mas não acredito que seja significativo. Dura talvez 20 anos em vez de 21??? Quem sabe... Se danificasse a bateria eles não o tinham posto lá. Mais uma vez como tu mesmo dizes, era preciso muitos testes em laboratório para concluir alguma coisa ciêntifica.

 

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_2G
SystemAdministrator
tcap-support

dsemedo:

De todos os aparelhos que tenho que usam baterias, têm escrito nas instruções que deve-se descarregar/carrregar por completo as baterias regularmente para aumentar a longevidade e capacidade de carga.

Não é verdade.

As baterias têm "gostos" diferentes de carga/descarga consoante a tecnologia química de que são feitas.

É senso comum por exemplo que nunca deves deixar uma bateria de chumbo ir a zeros, ou perde grande parte (ou toda) a sua capacidade.

dsemedo:

Ora numa utilização normal do Prius isso raramente acontece, e as baterias estão constantemente a sofre cargas/descargas (incompletas). Mesmo sabendo que as baterias foram fabricadas tendo em conta estes factores, não seria benéfico fazer uma descarga por completo às mesmas regularmente?

Pelo que li por aqui, no modo EV o mínimo que as baterias vão é até aos 25% da sua carga. Não haverá maneira de as descarregar até 5% por exemplo?

Agora deixaste-me preocupado... onde é que viste dizer que vão até 25% da carga??? Hmm
Ela está sempre entre os 40% e os 80% aproximadamente, nunca abaixo nem acima disso.

Os limites de carga e os limites de temperatura são sagrados, e o Prius faz tudo o que é preciso para os manter saudáveis.

Para a química das nossas baterias (NiMH) e para as correntes em causa a Panasonic EV chegou à conclusão que era dentro desta janela de carga que a bateria se portava melhor e que tinha a maior longevidade sem esforço. Daí os 10 anos estimados de vida sem perder capacidade e os 8 anos de garantia.

Sair destes limites seria desastroso, e perdias imediatamente a garantia. Existe infelizmente 1 situação em que podes forçar o carro a fazer isso.

Se ficares sem gasolina, ele deixa continuar a rolar só em eléctrico (caso contrário poderias ter um acidente) mas não controla até onde te deixa ir.

O manual é bastante explícito e diz que se deve enconstar o quanto antes e não andar mais com o carro, mas tu podes ignorar e correr o risco de o danificar.

Para veres melhor os limites, e aprenderes um pouco mais sobre a bateria, vê mais para o fim desta página: http://privatenrg.com/

Top 25 Contributor
Plug-In
0000_PREMIUM_Access
022_Auris_HSD_2G
Clube 1000 km
Moderator
tcap-support

jprates:
Para veres melhor os limites, e aprenderes um pouco mais sobre a bateria, vê mais para o fim desta página: http://privatenrg.com/

Muito interessante esta página, obrigado pelo link.

Ainda não tive tempo para ler tudo, mas já percebi porque o Prius gere as baterias de forma a andar sempre entre 40% a 80% da sua capacidade.

Aquela história dos 25%, tenho a ideia que li isso algures aqui no fórum, mas posso estar enganado. Pelo que percebi as baterias ficam sempre com pelo menos 40% da sua carga. Na prática o Prius só faz uso de 40% da capacidade total das baterias.

Qual é a capacidade máxima das baterias?

Segundo um catálogo que tenho do Prius, indica as seguintes caracteristicas para as baterias:

Voltagem (nominal) [V] = 201,6

Capacidade [Ah/horas] = 6,5/3

Ou seja, capacidade de armazenamento das baterias = 201,6 x 6,5 x 3 = 3931,2 Wh

40% desse valor são 1572,48 Wh

Da outra vez que trocámos ideias no sítio da AutoHoje, sugerido substituir o tejadilho (não confundir com tecto de abrir) por um painel solar. A área deve ser cerca de 1,5 m2. Tendo em conta a área e o rendimento do painel, penso que seria possível extrair do painel solar até 200W de pico. (tens muito mais experiência do que eu para validar estes valores).

Vamos supor que durante o tempo que estavas a trabalhar deixavas o carro ao sol. Considerendo que durante as 9h (8h trabalho + 1h almoço) extraías em média 120 W (60%) do valor máximo, ou seja em 9h carregavas as baterias com 1080 Wh (120 x 9). Do meu ponto de vista é um valor bastante significativo.

 Agora outra pergunta relacionada com as baterias:

Vamos que vais em auto-estrada a 120 km/h, mas devido à inclinação da estrada e aos ventos fortes, para manteres o carro a essa velocidade precisas de 92 Cv (= 67 kW). O MCI dá-te 77 cv (57 kW), e os restantes 15 cv (10 kW) são dados pelo motor eléctrico (baterias). Pelo que percebi, quando a carga das baterias chegar a 40% ficas apenas com a potência do MCI disponivel. Isto já vos aconteceu alguma vez? Ou na prática é muito difícil de chegar aos 40%, excluindo a hipotese de forçar o modo EV?

Spritmonitor.de Auris HSD 2015

Top 75 Contributor
Full Hybrid
017_Prius_4G_PHV
tcap-support
meus caros, é incrível apreciar a vossa sabedoria relativamente ao Prius. e eu a pensar que era um apaixonado e conhecedor do carro... esqueci isso desde que vim para a comunidade - os verdadeiros apaixonados e defensores do Prius estão aqui. Parabéns

Deep Blue (Toyota Prius 4G PHV)  Spritmonitor.de

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_2G
SystemAdministrator
tcap-support

dsemedo:

Qual é a capacidade máxima das baterias?

Segundo um catálogo que tenho do Prius, indica as seguintes caracteristicas para as baterias:

Voltagem (nominal) [V] = 201,6

Capacidade [Ah/horas] = 6,5/3

Ou seja, capacidade de armazenamento das baterias = 201,6 x 6,5 x 3 = 3931,2 Wh

Não, esses valores estão errados, mas é só o x3 que está mal.
A capacidade é de 200v x 6,5Ah = 1,3kWh.

No entanto só utilizamos cerca de 40% dessa capacidade, como bem referes.

dsemedo:

Da outra vez que trocámos ideias no sítio da AutoHoje, sugerido substituir o tejadilho (não confundir com tecto de abrir) por um painel solar. A área deve ser cerca de 1,5 m2. Tendo em conta a área e o rendimento do painel, penso que seria possível extrair do painel solar até 200W de pico. (tens muito mais experiência do que eu para validar estes valores).

Vamos supor que durante o tempo que estavas a trabalhar deixavas o carro ao sol. Considerendo que durante as 9h (8h trabalho + 1h almoço) extraías em média 120 W (60%) do valor máximo, ou seja em 9h carregavas as baterias com 1080 Wh (120 x 9). Do meu ponto de vista é um valor bastante significativo.


Penso que seja um bocado mais complicado do que isso.

Em primeiro lugar não consegues colocar paineis tradicionais no tejadilho, porque esses são rígidos e planos, e o tejadilho do Prius é tudo menos plano... quando tiveres ao pé de um observa e espanta-te... é o único carro que conheço com um tejadilho assim... a aerodinâmica manda...

Isto quer dizer que tens de ter painéis de folha flexível que têm uma eficiência muito mais baixa, com potência muito inferior.

A empresa mais conhecida, pelo menos por mim, é esta: http://www.solarelectricalvehicles.com/

Confesso que sou muito céptico em relação a este produto. A inclinação/orientação do tejadilho é tudo menos óptima.

Segundo a própria companhia, conseguem um rendimento máximo de 1200Wh por dia, eu se acreditar em metade já é muito, e isto durante o verão.

Depois não te esqueças que apenas tiras partido de 40% da bateria, que no caso do Prius actual não foi feita para armazenar tanta energia quanto isso.

Foi feita para armazenar energia que se desperdiça normalmente, e não para armazenar energia gerada do sol/consumida da rede, por isso não tem capacidade para tal. Carregar a bateria de um Prius dos normais 60% até aos 80% (estamos a falar de 260Wh) vale a pena o investimento dos paineis??? Não.

Por isso mesmo eles nesta empresa optam por colocar baterias extra que são carregadas pelos paineis. Mas ao fazeres isto cais no problema oposto: é que agora para valer a pena meter baterias extra elas têm de ser de muito maior capacidade, e essa capacidade fica longe de ser satisfeita com uma produção pico de 1200Wh por dia no verão...

Nada como ter um plug-in é o que te digo. Cool

dsemedo:

Agora outra pergunta relacionada com as baterias:

Vamos que vais em auto-estrada a 120 km/h, mas devido à inclinação da estrada e aos ventos fortes, para manteres o carro a essa velocidade precisas de 92 Cv (= 67 kW). O MCI dá-te 77 cv (57 kW), e os restantes 15 cv (10 kW) são dados pelo motor eléctrico (baterias). Pelo que percebi, quando a carga das baterias chegar a 40% ficas apenas com a potência do MCI disponivel. Isto já vos aconteceu alguma vez? Ou na prática é muito difícil de chegar aos 40%, excluindo a hipotese de forçar o modo EV?

Não, nada disso, muito longe disso, nem os valores estão certos nem o carro funciona assim, não vale a pena sequer responder.

Vai à área de downloads e lê os documentos que lá estão, percebes logo que essa pergunta não pode ser respondida dessa forma que procuras.

A essa velocidade tu nunca ficas com apenas 40% da carga, mas lê os documentos primeiro, é o melhor conselho que te posso dar:

http://prius-pt.com/cafe/files/folders/artigos_membros/default.aspx

 

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_2G
SystemAdministrator
tcap-support

nlamas:
meus caros, é incrível apreciar a vossa sabedoria relativamente ao Prius. e eu a pensar que era um apaixonado e conhecedor do carro... esqueci isso desde que vim para a comunidade - os verdadeiros apaixonados e defensores do Prius estão aqui. Parabéns
Fica por cá tempo suficiente, vai colocando as tuas perguntas, e vais ver como em pouco tempo sabes tanto ou mais que qualquer um de nós.

O problema do pessoal é que normalmente não pergunta nada, e quem não pergunta e não discute também não aprende e não evolui. Wink

Isto é uma "chapada de luva branca" para muita gente que por aqui deambula faz meses largos sem fazer um único post e tem um Prius nas mãos! Devil

É preciso vir um "forasteiro" que nem um Prius tem para fazer perguntas e querer saber mais...

Top 50 Contributor
Plug-In
0000_PREMIUM_Access
120_IS300h
Clube 1100 km
tcap-support

 Quanto à idéia de paineis soleres no tejadilho... não estará já a Toyota a pensar nisso ?

Cá vai uma notícia que saiu ontem na Reuters:

 

 Toyota to add solar panels to Prius hybrid: Nikkei

 

GHubsch

Top 25 Contributor
Plug-In
0000_PREMIUM_Access
022_Auris_HSD_2G
Clube 1000 km
Moderator
tcap-support

jprates:

dsemedo:

Agora outra pergunta relacionada com as baterias:

Vamos que vais em auto-estrada a 120 km/h, mas devido à inclinação da estrada e aos ventos fortes, para manteres o carro a essa velocidade precisas de 92 Cv (= 67 kW). O MCI dá-te 77 cv (57 kW), e os restantes 15 cv (10 kW) são dados pelo motor eléctrico (baterias). Pelo que percebi, quando a carga das baterias chegar a 40% ficas apenas com a potência do MCI disponivel. Isto já vos aconteceu alguma vez? Ou na prática é muito difícil de chegar aos 40%, excluindo a hipotese de forçar o modo EV?

Não, nada disso, muito longe disso, nem os valores estão certos nem o carro funciona assim, não vale a pena sequer responder.

Vai à área de downloads e lê os documentos que lá estão, percebes logo que essa pergunta não pode ser respondida dessa forma que procuras.

A essa velocidade tu nunca ficas com apenas 40% da carga, mas lê os documentos primeiro, é o melhor conselho que te posso dar:

http://prius-pt.com/cafe/files/folders/artigos_membros/default.aspx

Já estive a ler alguns desses documentos e continuo com as mesmas duvidas. Mas antes vou tentar expor a pergunta de outra maneira, vamos ver se consigo ser claro na minha exposição.

O Prius tem 2 fontes de energia disponiveis para se fazer deslocar sozinho: gasolina e carga das baterias. (é por isso que é um híbrido)

Vamos supor que vamos em plano em velocidade cruzeiro, em que as baterias estão carregadas. Vamos considerar que o fluxo de energia para as baterias é "0", logo toda a potência que o Prius necessita para andar é produzida pelo MCI. Mesmo que o MG1 também esteja a transmitir potência às rodas, ele vai buscar a energia ao MG2 que funciona como gerador, que por sua vez "rouba" potência ao MCI.

Em suma quando o fluxo de energia para as baterias é "0", toda a potência é fornecida pelo MCI. Nestas condições (fluxo p/baterias = 0) a máxima potência disponivel são os 77cv do MCI.

No caso de ser necessário fornecer mais de 77cv às rodas, a única forma é ir buscar energia às baterias. Imaginemos que precisamos de 90cv, não tem que ser forçosamente 77cv do MCI e os restantes 13cv da carga das baterias, mas consideremos que é o caso (MCI a dar a máxima potência e as baterias compesam com o resto). Ora, se durante um intervalo de tempo o Prius necessita sempre de uma potência >77cv, qual é a duração/distância máxima que as baterias aguentam a dar assistência ao(s) motor(es) eléctrico? Concordo que isto não seja uma situação normal, mas caso necessite fazer uso de toda a potência disponivel do Prius, durante quantos quilometros tenho mais de 77cv?

Por exemplo, não sei se conhecem a subida da CRIL para a CREL (zona de Alfornelos para Belas), mas caso se faça a subida sempre a fundo, será que a carga das baterias é suficiente para chegar ao cimo da subida ainda com carga nas baterias? (vamos excluir a hipotese de sobre-aquecimento do sistema eléctrico)

Spritmonitor.de Auris HSD 2015

Page 1 of 3 (21 items) 1 2 3 Next > | RSS
Copyright 2009 Prius-PT.com
Powered by Community Server (Non-Commercial Edition), by Telligent Systems