SITE OFFLINE
Esta comunidade mudou-se para https://ecomove.pt, registe-se no novo site!

Nissan Note e-POWER: elétrico... mas pouco...

rated by 0 users
This post has 59 Replies | 5 Followers

Top 25 Contributor
Plug-In
012_Prius_2G
banned

Pedro Tiago:

Afonso Henriques:
Claro que alimenta directamente o ME...     o esquema é uma simplificação.

Mais uma vez, podes mostrar evidencias que demonstrem a tua opinião ?

Pedro, penso que o Telmo respondeu a essa questão com o esquema da Toyota...  

Mesmo no sistema mais simples, a bateria não é um deposito de energia em que a energia entra por um lado e sai pelo outro...    até nos carros normais a energia eléctrica vem do alternador para os dispositivos...   não tem de carregar a bateria primeiro...  esta é apenas uma reserva.  Por isso eu disse que não fazia sentido o problema que levantaste...    

Toyota Prius 2G   Spritmonitor.de

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support

Não consigo ter mais argumentos.

Só me parece idiota, para não dizer mais, a Nissan ter um ELECTRIC que não se liga à ficha sequer e que não pode entrar em zonas ZERO nas urbes.

Branca de Neve 30% são minha autoria...

Planeta: CO2

Top 25 Contributor
Plug-In
012_Prius_2G
banned

Telmo, estou só a tentar perceber se esta aposta da Nissan terá ou não vantagens em relação aos outros híbridos

Apresentaste dados que demonstram que em termos de eficiência este carro não é melhor que o novo Prius 4G, mas é melhor que todos os outros...   ou não?

Como reconheces no esquema da Toyota, o paralelo/série é o melhor, como é óbvio, mas em relação aos outros dois não se comprometem... óbvio. Mas é a estratégia da Toyota

Todos os sistemas híbridos tem vantagens e desvantagens...    mas a mais fácil de vender na Europa, neste momento é a Paralelo.

Como já disse lá para trás, acho que a Toyota foi inteligente em criar um sistema que é uma mistura dos outros dois...    porque é um carro mundial...  e mesmo assim teve mais sucesso noutros continentes... A mentalidade Europeia aceita melhor um carro normal, com um extra eléctrico... do que um carro eléctrico com gerador...

Agora, a Nissan tem mais facilidade em vender este sistema como um eléctrico que não precisa de carregamento externo do que se apresentar como um novo híbrido... Pelo menos no Japão...    Repara que é uma alternativa para quem gosta da simplicidade dum eléctrico mas que não tem forma de carregar o carro na tomada.  Além de ser mais barato, acho eu.

Agora, podes dizer que este sistema não tem venda na Europa...    mas vende na Ásia e na América.

Na Europa, se a Noruega avançar com a proibição dos carros a combustíveis fosseis...  e a Alemanha...  e quem sabe a UE...   então como Hibrido resta o Mirai.    Se é que o Mirai é um Híbrido.   Mas nessa época duvido que a classificação de híbrido seja bem aceite.  Eléctrico a hidrogénio como opção ao eléctrico a bateria, parece-me ser uma designação comercialmente mais bem aceite.

E para a Nissan, basta trocar o grupo gerador a gasolina por células de combustível....    Smile

Enfim... seja como for, por cada carro destes vendido, será menos um tradicional a circular.

 

Toyota Prius 2G   Spritmonitor.de

Top 25 Contributor
Plug-In
012_Prius_2G
banned

Telmo Salgado:
Dada a origem de interesse publicitário da própria Toyota não se pode concluir que esteja absolutamente/tecnicamente/perfeitamente correta, como por exemplo a prestação do 'paralelo' não ser igual ao 'serie-paralelo' em Continuous High Output. Mas no global, o conceito é bastante bem esmiuçado nesta parte do documento...

Pois é Telmo....   é isso e não só.  Reconhecem que o Série é melhor na economia de combustível que o Paralelo, mas para equilibrar as coisas o Série é pior em aceleração...      Ora desde quando é que um motor eléctrico é pior em aceleração que um MCI mesmo ajudado por um pequeno eléctrico? No HSD, tudo bem, agora num Paralelo não me parece.

Na minha opinião, o sistema Paralelo é possível agora aproximar-se do Série graças ao controlo electrónico, mas o Série sempre foi melhor e mais simples.

O sistema Serie é tão simples que como vimos, já existe à mais de 100 anos...

 

Toyota Prius 2G   Spritmonitor.de

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support

Não acredito que a minha partilha, com uma tabela clara das vantagens de cada sistema, a custo da minha dignidade, tenha sido ignorada...

Há alguns posts sentia que estava a ser discutida esta matéria com empenho, mas deixou de o ser.

Amanhã retomo, isto esgota-me.

Branca de Neve 30% são minha autoria...

Planeta: CO2

Top 25 Contributor
Plug-In
012_Prius_2G
banned

Telmo, desculpa, mas agora não percebi....

Eu admito que posso não ter interpretado a tabela corretamente... pode me estar a escapar alguma coisa. Mas de forma alguma ignorei esta tua partilha ou qualquer outra...  pelo contrario tenho a maxima consideração pela tua opinião e estou sempre atento ao que partilhas.

Se exponho a minha opinião é no sentido de me apontarem onde estou errado...  estou aqui para apreender contigo e todos os outros...  Eu aceito que estou errado e agradeço que me corrijam...

A ideia que eu tinha dos sistemas Serie e Paralelo é anterior ao sistema Hsd... e não esta em causa a superioridade deste.

Mas o sistema paralelo requer um maior controlo eletronico para funcionar bem. E dessa forma, antigamente nao tinha possibilidade de concorrer contra o Sistema Serie.... . A minha duvida é se agora, porque temos microprocessadores para tudo, o sistema Paralelo consegue ser melhor que o Serie.

Segundo a minha interpretação da tabela o Serie é mais econômico. Devido a melhor energy recovery como melhor high efficiency operacion control... certo.

Mas dizes que o paralelo deveria ser identico ao hsd no continouos high output.... e eu concordo. Aqui acho que quiseram evidenciar superioridade do HSD. E neste ponto acho que está correto que o Serie é inferior....

O unico ponto em que nao me parece correto é o de aceleration no Serie ser inferior aos outros.

Como cortaram um ponto no Paralelo, cortaram também um no Serie. Para ficar equilibrado entre os dois sistemas.

Foi a interpretação que eu fiz.... por favor corrige-me se estou errado.

No início do tópico, surpreendeu-me que a partida este sistema fosse considerado pior que os paralelos.... porque nao era essa a minha convicção.

Vou ficar atento ao carro por curiosidade ....

 

Toyota Prius 2G   Spritmonitor.de

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support

Afonso Henriques:

(..)Pois é Telmo....   é isso e não só.  Reconhecem que o Série é melhor na economia de combustível que o Paralelo, mas para equilibrar as coisas o Série é pior em aceleração...      Ora desde quando é que um motor eléctrico é pior em aceleração que um MCI mesmo ajudado por um pequeno eléctrico? No HSD, tudo bem, agora num Paralelo não me parece.

Na minha opinião, o sistema Paralelo é possível agora aproximar-se do Série graças ao controlo electrónico, mas o Série sempre foi melhor e mais simples.

O sistema Serie é tão simples que como vimos, já existe à mais de 100 anos...

 

Mais uma vez fiquei confundido. Falas em Série e depois em Paralelo.

Lá atrás, neste post

eu referi os valores esperados de rendimento do sistema, que são válidos quando em situações de carga, típicos de utilização fora das urbes:

Telmo Salgado:

(...)

Nota o seguinte, Afonso, o rendimento dum caixa de engrenagens é 96%.

O rendimento do conjunto Gerador-Inversor-Motor é 95% x 95% x 98% = 88%.

 

A aceleração do série será pior porque o MCI só vai contribuir com 88% da sua potência para o conjunto final. Não haverá controlo eletrónico que consiga alterar esta lei fundamental da física.

Quando o carro funciona nos centros urbanos, o MCI é chamado a trabalhar menos tempo, pelo que o sistema série se revela melhor que o paralelo, dado que o paralelo tem uma ligação às rodas mecânica e que obriga a regimes e carga do MCI ineficazes.

Portanto não compreendo porque é que ao fim de 5 páginas se mantém dúvidas porque é que no JC08 o E-Power fará melhor que os 2G e 3G. E que se espere que na vida real, onde as cargas são maiores, aconteça o inverso. Em especial porque o 1.2 é manifestamente menos potente que os 1.5 e 1.8 HSD indicados.

 

Branca de Neve 30% são minha autoria...

Planeta: CO2

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support

Afonso Henriques:

(...)O unico ponto em que nao me parece correto é o de aceleration no Serie ser inferior aos outros.

(...)

Explicado no post atrás, mas já havia ter sido justificado antes.

 

Afonso Henriques:

(...)No início do tópico, surpreendeu-me que a partida este sistema fosse considerado pior que os paralelos.... porque nao era essa a minha convicção.

Vou ficar atento ao carro por curiosidade ....

 

Como viste, tem vantagens e desvantagens conforme os circuitos onde for operado e o fator de escala. Espero que não te restem dúvidas.

Não vale a pena estar muito atento porque não está estabelecido que o Note e-Power saia do Japão. Aliás, tens outros exemplos de híbridos que fizeram um bom percurso no mercado japonês e cuja prestação no exterior foi menos bem sucedida, caso do Honda Jazz híbrido e cujo sucessor nem sequer foi proposto.

Branca de Neve 30% são minha autoria...

Planeta: CO2

Top 25 Contributor
Plug-In
012_Prius_2G
banned

Ok, esclarecido.... . Smile

Pois, é verdade que não vale apena. Se os projectos legislativos avançarem, o que infelizmente me custa a acreditar, nenhum híbrido com mci terá sucessor na Europa...

Toyota Prius 2G   Spritmonitor.de

Top 25 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
050_C-HR_2016
A01_Ioniq_BEV
Clube 1000 km
tcap-support

Cadê o e-power na europa? nem note nem micra, certo?

Page 5 of 6 (60 items) « First ... < Previous 2 3 4 5 6 Next > | RSS
Copyright 2009 Prius-PT.com
Powered by Community Server (Non-Commercial Edition), by Telligent Systems