Prius-PT
Comunidade independente de proprietários e amigos de viaturas de mobilidade sustentável

Diário de Bordo - Auris HB Exclusive

rated by 0 users
This post has 21 Replies | 4 Followers

Top 150 Contributor
Pequeno citadino
0000_PREMIUM_Access
022_Auris_HSD_2G
Filipe Tempero replied on 8 Jun 2017 22:26

Dando continuidade ao DB e á questão da chiadeira, é um facto que hoje em dia, raramente a oiço e quando acontece é muito ligeiro……Mas durante várias dias ainda persistiu!! Curioso que só deixou de fazer chiadeira quando deixei o carro na Melissauto para resolver outras questões de pormenor e na altura falei sobre isso, o qual disseram que era normal e não havia nada a fazer! Mas o que é certo é que foi a partir desse dia, que a chiadeira despareceu! Mistérios!

Depois de já ter feito uns bons quilómetros faço um resumo das 1º impressões…..

 

Consumos (medidos no CB):

Ando na casa dos +/- 4,5L se conduzir dentro dos limites e de olho nos consumos instantâneos…. Se fizer a minha condução habitual (tal como conduzia o meu Diesel) e sem olhar aos consumos, já vou para a casa dos +/- 5,5L…. se tiver com um bocadinho mais de fogo no rabo e for apimentado com o Modo PWR, já começo a roçar os 6,5L…..

Diria que está dentro das minhas expectativas, mas ainda tenho a esperança que com o tempo e um melhor entrosamento com a máquina consiga baixar mais um bocadinho.

 

Aspetos que mais gosto:

- Suavidade no rolamento / Facilidade de condução. Parece que estou a deslizar no alcatrão o que aliado a outros aspectos, torna-se muito fácil de conduzir, é muito relaxante de conduzir, mesmo muito zen!

- Conforto a bordo / Suspensão. Nem demasiado duro, nem demasiado mole, aqui também acertaram, acho que está um equilíbrio perfeito. É tão eficaz ao “absorver” os buracos da estrada (até dá prazer passar pelos buracos!Smile), como a curvar.  

- Direção leve e precisa. Mais uma vez muito bem equilibrado e o toque do volante também me agrada bastante.

- Qualidade percebida do habitáculo. Revestimentos e materiais suaves ao toque que me agradam. Conheço o Auris/2008 e não tem nada a ver! É uma transformação da noite para o dia.

- Capacidade de resposta/recuperações. Quando necessário, basta carregar no acelerador, entrar na zona PWR e nunca nos deixa ficar mal. Seja numa ultrapassagem, a entrar numa rotunda, qualquer situação em que seja necessário uma resposta mais rápida, o carro tem sempre capacidade de resposta.

- Modo PWR Eh!!Eh!! Não olhando aos consumos, dá um certo gozo sentir o carro mais nervoso, aquilo basta dar um cheirinho e lá vai ele…..até voa!! Dá para colar as costas ao banco!! Big Smile E como ele agarra bem, dentro dos limites não o sinto a adornar, reage bem….Mas depois no fim, quando desligo o carro lá vem a fatura dos consumos!!! Não bela sem senão!!Sad

 

Aspetos que menos gosto:

- Diâmetro de viragem. Não é dos melhores do segmento e noto diferença…..Claro está que as jantes de 17´não ajudam neste aspeto! Mas ok, problema resolve-se com a facilidade em colocar R e D. Se não faço a manobra á 1º, faço á 2ª…. A coisa resolve-se! E já li aqui no fórum que não há mal em passar de R para D ou vice-versa a baixa velocidade, o que ajuda muito. (Não percebo qual é a lógica do “joystick” em o “D” estar para baixo e o “R” para cima….parece-me contranatura! Ainda me baralho!)

- Teto panorâmico. Não propriamente pelo teto panorâmico em si, mas pelo calor que acaba por passar para o habitáculo quando a cortina está corrida. Verdade seja dita que quando está fechado, não me parece que passe calor, ou pelo menos é residual. Como sou um gajo encarolado…sou mais sensível a essas coisas.

- Os assentos. Também me parece que são um bocadinho quentes…apesar da parte do meio ser em tecido e a pele estar á volta, acho que é um tecido quente. Eles são confortáveis, só me parecem quentes. Aquando do test-drive conduzi um Auris Confort+PS+PT e não me recordo de sentir o mesmo, era um tecido diferente. Quem manda ser encalorado! mas ok, já me vou habituando.

- Altura nos lugares de trás. O teto panorâmico também acaba por roubar em altura uns 2,5 centímetros…. A mim não me incomoda porque não vou lá!! Mas quem se senta lá atrás e for alto, está um bocado á justa.

- Volume da bagageira. Os 360 L de capacidade estão na média do segmento, mas por forma a contornar a situação, optei por substituir o pneu suplente pelo kit reparação, sempre são menos uns quilitos de peso e essencialmente ganha-se espaço (profundidade) na mala. E na minha opinião não são nada desprezíveis.

 - Consumos do ciclo de aquecimento. Eu percebo a lógica/objetivo do ciclo de aquecimento e ainda bem que isso acontece, mas parece-me que penaliza os consumos mais do que aquilo que já li por aqui. Como não tenho factos, resta-me aceitar.....e tentar perceber se há maneira gerir de forma mais eficiente o ciclo. Não é por acaso que em distancias curtas os consumos saem muito penalizados.

Eu já li sobre os estados do HSD na “Escola HSD”, mas ainda tenho algumas dúvidas…..Tenho que ler e reler para ver se ligo a matéria e fica bem assimilada!

- Aceleração Vs Consumos Vs Rotação do Motor. Esta é a parte em que me vão matar!!! Vou tentar explicar. Em termos sensoriais, parece que há um desfasamento entre a rotação/ruido do motor e a velocidade a que se vai, principalmente em subidas (e basta um bocadinho de inclinação)….depois parece que vai ali em esforço e demora a desenvolver. Olho para o velocímetro, olho para o lado e até vou devagar, olho para o consumo instantâneo e vai nos 10L/15L quando nao é mais!!!

Outras vezes estou em EV com o ponteiro do HSI quase a entrar na 2º parte do ECO, a tentar gerir a situação, basta entrar um bocadinho que seja na 2º parte do ECO (no mostrador HSI) que o consumo instantâneo dispara para os 10L ou mais!!! e estou a conduzir em cidade, devagar, mas apanhei uma inclinaçãozita que só com o motor elétrico, não foi capaz de a superar.

Eu já li sobre a “BSFC-brake specific fuel consumption” e o facto do MCI estar sempre ajustado/optimizado, o foco é a eficiência. Conceptualmente eu percebo isso (alguns pormenores técnicos é que ainda não!!!!), mas depois parece que não se materializa em aceleração/progressão, como acontece com um “motor normal”. A não ser que carregue no acelerador com mais vigor para equiparar com os outros….mas depois lá se vão os consumos.

Eu tenho ido ás aulas da Escola HSD e tenho apreendido, mas sei que ainda estou no “1º ciclo do ensino básico”!!! Até estou a compilar um Word com os links dos melhores thread que vou apanhando, que é para depois reler com mais calma. Por vezes, interligando assuntos, consegue-se uma melhor compreensão de certos temas que ao inicio não percebíamos. E depois dá-se o efeito: Uau! Já percebi!!! Big Smile

 

Conclusões:

- Sim, claro que estou satisfeito. Recomendo e voltaria a comprar!!! Mas não acho que o carro seja para todos, depende do estilo de condução e do que cada um valoriza ou se identifica. Não há nada como experimentar.

- Confirma-se algo que já li por aqui, andar neste carro convida/incentiva a uma condução mais calma, mais serena!!! E a partir de agora, parece que fechei uma porta e abri outra, daqui para a frente só EV ou PHV e afins!!

- Ainda tenho muito para aprender…

Top 150 Contributor
Pequeno citadino
022_Auris_HSD_2G
Clube 1100 km
André Albino replied on 9 Jun 2017 0:47

Um irmão gémeo da minha máquina. Parabens pelo carro.

Filipe Tempero:

- Teto panorâmico. Não propriamente pelo teto panorâmico em si, mas pelo calor que acaba por passar para o habitáculo quando a cortina está corrida. Verdade seja dita que quando está fechado, não me parece que passe calor, ou pelo menos é residual. Como sou um gajo encarolado…sou mais sensível a essas coisas.

Faz como eu e deixa a cortinha fechada e abre só quando vais pegar no carro, se bem que com o calor que está a diferença não é muita

Filipe Tempero:

 - Consumos do ciclo de aquecimento. Eu percebo a lógica/objetivo do ciclo de aquecimento e ainda bem que isso acontece, mas parece-me que penaliza os consumos mais do que aquilo que já li por aqui. Como não tenho factos, resta-me aceitar.....e tentar perceber se há maneira gerir de forma mais eficiente o ciclo. Não é por acaso que em distancias curtas os consumos saem muito penalizados.

Agora com o calor o ciclo é muito rápido. Mas mesmo assim eu carrego no EV depois de ligar o carro e aproveito as discidas e as rectas se tiver bateria e na 1ª subida desligo o EV, já que ai ele vai ter mesmo que usar o MCI faz o aquecimento ai.

Filipe Tempero:

- Aceleração Vs Consumos Vs Rotação do Motor. Esta é a parte em que me vão matar!!! Vou tentar explicar. Em termos sensoriais, parece que há um desfasamento entre a rotação/ruido do motor e a velocidade a que se vai, principalmente em subidas (e basta um bocadinho de inclinação)….depois parece que vai ali em esforço e demora a desenvolver. Olho para o velocímetro, olho para o lado e até vou devagar, olho para o consumo instantâneo e vai nos 10L/15L quando nao é mais!!!

Outras vezes estou em EV com o ponteiro do HSI quase a entrar na 2º parte do ECO, a tentar gerir a situação, basta entrar um bocadinho que seja na 2º parte do ECO (no mostrador HSI) que o consumo instantâneo dispara para os 10L ou mais!!! e estou a conduzir em cidade, devagar, mas apanhei uma inclinaçãozita que só com o motor elétrico, não foi capaz de a superar.

nas subidas é normal. Nos carros a combustão os valores são idênticos. Mas depois nas rectas nós gastamos 0 e eles 4L ou 5L Stick out tongue

Com o tempo vais ver que percebes melhor o sistema e os consumos descem

Top 150 Contributor
Pequeno citadino
0000_PREMIUM_Access
022_Auris_HSD_2G

André Albino:

Um irmão gémeo da minha máquina. Parabens pelo carro.

Obrigado. Não é igualzinho!!!Wink eu consegui trocar as jantes do Exclusive pelo Sport. Gosto mais! E o seu tem TSS, o meu nao. Mas sim, fora isso, são da familia!! o bronze é uma cor que nao se vê muito...e assenta-lhe bem! 

André Albino:

Agora com o calor o ciclo é muito rápido. Mas mesmo assim eu carrego no EV depois de ligar o carro e aproveito as discidas e as rectas se tiver bateria e na 1ª subida desligo o EV, já que ai ele vai ter mesmo que usar o MCI faz o aquecimento ai.

OK, mas está a dizer que fazer o ciclo de aquecimento na 1º subida vai servir os dois propósitos (aquecimento e locomoção). Tenho ideia de ter lido que o ciclo de aquecimento do MCI era energia desperdiçada (salvo as baterias estarem nas lonas)...Tenho que aprofundar isso. 

Top 150 Contributor
Pequeno citadino
022_Auris_HSD_2G
Clube 1100 km

Filipe Tempero:

OK, mas está a dizer que fazer o ciclo de aquecimento na 1º subida vai servir os dois propósitos (aquecimento e locomoção). Tenho ideia de ter lido que o ciclo de aquecimento do MCI era energia desperdiçada (salvo as baterias estarem nas lonas)...Tenho que aprofundar isso. 

É isso mesmo, já que o MCI tem que trabalhar nas subidas ou rectas se não tivermos bateria faz o aquecimento ai, logo não há desperdicio de energia. posso estar errado mas acho um desperdicio o motor MCI trabalhar com o carro parado ou em descidas

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support

Sabem ambos que o MCI quando está no pré-aquecimento produz muito pouca força motriz, pelo que é (quase) indiferente estar parado ou a andar, porque no segundo caso a energia provém quase toda da bateria. Wink

Filipe, o consumo instantâneo (l/100) é um quociente entre o caudal horário (l/h) e velocidade (km/h), não deves ligar muito a isso quando estás a acelerar, porque os valores são muitas vezes estratosféricos. O que importa, e isso já referiste, é a eficiência, que mesmo dentro da zona pwr estás bastante bem. Nota a particular diferença entre um motor convencional, que tem ligação direta por relação de caixa, acelerar leva a maior pressão efetiva. No HSD acelerar leva a maior rotação por ajuste instantâneo do PSD, porque o MCI tem uma linha de operação que privilegia cargas parciais para maior eficiência. No cômputo geral, para igual potência entregue às rodas, estás (quase) sempre a consumir menos que um motor Diesel, e muito menos que um Otto.

Branca de Neve 30% são minha autoria...

Planeta: CO2

Top 150 Contributor
Pequeno citadino
0000_PREMIUM_Access
022_Auris_HSD_2G

Telmo Salgado:

Sabem ambos que o MCI quando está no pré-aquecimento produz muito pouca força motriz, pelo que é (quase) indiferente estar parado ou a andar, porque no segundo caso a energia provém quase toda da bateria. Wink

Pois, era essa ideia que tinha face ao que já tinha lido no forum....ou seja, não há maneira de tornar mais eficiente (aproveitar) o pré-aquecimento....

Telmo Salgado:

Filipe, o consumo instantâneo (l/100) é um quociente entre o caudal horário (l/h) e velocidade (km/h), não deves ligar muito a isso quando estás a acelerar, porque os valores são muitas vezes estratosféricos. O que importa, e isso já referiste, é a eficiência, que mesmo dentro da zona pwr estás bastante bem. Nota a particular diferença entre um motor convencional, que tem ligação direta por relação de caixa, acelerar leva a maior pressão efetiva. No HSD acelerar leva a maior rotação por ajuste instantâneo do PSD, porque o MCI tem uma linha de operação que privilegia cargas parciais para maior eficiência. No cômputo geral, para igual potência entregue às rodas, estás (quase) sempre a consumir menos que um motor Diesel, e muito menos que um Otto.

Obrigado pela explicação. Esta é a parte em que percebo a ideia geral, mas ainda não percebo todos estes termos técnicos e não consigo fechar o ciclo na minha cabeça. Vou fazer o trabalho de casa para depois então, já conseguir interiorizar melhor aquilo que diz e colocar dúvidas mais especificas/pertinentes. 

 

 

Top 25 Contributor
Plug-In
015_Prius+
tcap-support

Telmo Salgado:
Sabem ambos que o MCI quando está no pré-aquecimento produz muito pouca força motriz, pelo que é (quase) indiferente estar parado ou a andar, porque no segundo caso a energia provém quase toda da bateria. Wink

Correcto e afirmativo, tanto é que eu verifico isso mesmo. Aquando do pré-aquecimento, se estivermos ja a rolar, a bateria acumulada desce uma vez que esta é usada para a locomoçao do carro.

Contudo, se, como dizes o MCI produz pouca força, como explicas que se formos a rolar nessa situaçao o carro nao para no meio da estrada, uma vez que esgotada a carga nas baterias, o carro move-se sempre?

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support

O préaquecimento dura pouco tempo, mas se de facto for necessário (SOC muito baixo ou pedido de acelerador elevado), interrompe.

Branca de Neve 30% são minha autoria...

Planeta: CO2

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support

Filipe Tempero:

(...). Esta é a parte em que percebo a ideia geral, mas ainda não percebo todos estes termos técnicos e não consigo fechar o ciclo na minha cabeça. Vou fazer o trabalho de casa para depois então, já conseguir interiorizar melhor aquilo que diz e colocar dúvidas mais especificas/pertinentes. 

 

Estás à vontade para colocar as questões, na Escola HSD tens os temas onde as fazer Wink

Branca de Neve 30% são minha autoria...

Planeta: CO2

Top 150 Contributor
Pequeno citadino
0000_PREMIUM_Access
022_Auris_HSD_2G

Mais um depósito desta vez com média de 4,8L no CB, média de 5L real....Duvido que baixe muito mais do que isto tendo em conta os percursos que faço....e mesmo para chegar a estes valores, já subi a pressão dos pneus (ainda vou experimentar 3bar), já faço algum glide (no modo ECO é mais fácil acertar no ponto G!!! Smile) que não que seja fácil, faço uma condução defensiva e sempre de olho no consumo instantâneo. forço o modo EV quando sei que consigo compensar/carregar mais adiante.....

O próximo depósito vai ser para esquecer o consumo instantâneo e deixar-me ir...... vou interagir mais vezes com o modo PWR, para ver em que valores vou parar....

Page 2 of 3 (22 items) < Previous 1 2 3 Next > | RSS
Copyright 2009 Prius-PT.com
Powered by Community Server (Non-Commercial Edition), by Telligent Systems