Prius-PT
Comunidade independente de proprietários e amigos de viaturas de mobilidade sustentável

Test drive Hyundai Ioniq Híbrido

rated by 0 users
This post has 53 Replies | 8 Followers

Top 75 Contributor
Full Hybrid
016_Prius_4G
031_Yaris_HSD
Clube 1000 km
Leo Grova Posted: 13 Sep 2017 23:32

Olá a Todos,

Antes de mais, dizer que tentei colocar esta publicação em Hyundai, mas não consegui. Peço à direcção que o faça, se assim o entender, claro está.

Finalmente chega a altura em que posso retribuir com algo para a comunidade, ainda que seja, muito pouco, não deixa de ser a minha opinião e as minhas sensações a bordo do Hyundai Ioniq Hv.

Tal como deixei patente na minha apresentação, estou comprador de um veículo amigo do ambiente - fiquei infectado pelo Yaris da minha mulher. Nos últimos tempos tenho tido o privilegio de experimentar diversos veículos Híbridos. Têm sido tempos difíceis e de muitas dúvidas, uma vez que o carro que vou deixar partir é muito especial, e o seu substituto, terá que ser igualmente muito especial. Escolho o Plug - in, ou um híbrido modesto de transição até ao eléctrico ? (Sim, porque esta "história" vai acabar para nós todos, no eléctrico. Sabem disso, não sabem?) Novo, ou usado? Vou já para o eléctrico ? 

Já experimentei Yaris antigos, Yaris dos novos, Auris, Prius, CHR; e hoje foi a vez do Hyundai.

É neste contexto que vou ao concessionário de Alfragide perguntar pelo Ioniq ... eléctrico ! O vendedor, informa-me que eléctricos, só para Dezembro, mas que o Híbrido está com uma promoção fantástica - 29900€ chave na mão. Atenção, não tenho nada a ver com a Hyundai, nem quero fazer publicidade; mas a questão é que, na minha opinião, é um produto fantástico, por um preço muito convidativo.E como todos sabemos, o preço importa, e muito

 Mais uma troca de impressões e lá ficou o test drive agendado para hoje.

Quarta-feira é o dia que rumo a 2 Portos (perto do Sobral de Montagraço), e é a oportunidade ideal de testar um híbrido no ambiente que lhe é desfavorável - uma autoestrada com pendentes... generosos, a A8. Acresce o facto de todos os veículos que testei, foi neste percurso, tendo assim uma boa base de comparação.

Chegadas as 9h, lá fui ao stand levantar o carro - a versão pack pele, que acresce (em Portugal) os estofos em pele, bancos dianteiros motorizados, com memória, aquecidos e ventilados.

https://i.imgur.com/YC56AqX.jpg

https://i.imgur.com/j1USu9p.jpg

Começo por ficar impressionado com o feel good factor do carro - ao abrir a porta o banco recolhe para facilitar a entrada, e após o fecho da mesma, vai para a posição memorizada (existem 2 memórias de ajuste de banco). Sistema Keyless, ou seja basta aproximar do carro e ele abre os retrovisores; ao colocar a mão no puxador, há um botão que destranca a porta. A pele dos estofos é de muito boa qualidade; não será igual a certos carros premium ,mas anda lá muito perto.

A sensação que eu tive, é que não existia mas extras para pedir, senão o carro tinha !

Nesta fase, começo a pensar que se em termos de economia de combustível, este carro cumprir, é um sério concorrente do Prius.

A estética, que é do mais subjectivo que pode haver, acho que é mais ... consensual no Ioniq, do que no Prius.

Inicio o meu trajeto, e uma das primeiras coisas que noto com agrado é a ventilação do banco - muito agradável. Nunca tinha conduzido um carro com tal característica, mas digo-vos que me habituava facilmente !

A principal diferença que se nota para os Toyota é existência de uma caixa de velocidades (6) com dupla embraiagem. Se me perguntarem qual prefiro... respondo ambas. Ambas cumprem a sua função, e no fim do dia obtêm valores (ou fazem parte do sistema que obtem valores) fantásticos de poupança de combustível/ emissões. Na minha opinião esta caixa de velocidades não é a maravilha que muitos dizem ser - houve alturas em que fiquei com a perceção que a relação escolhida não era a mais económica. Da mesma forma a CTV da Toyota também não é como os petrol heads e os jornalistas fazem crer. É um sistema muito bom desde que utilizado com pressões suaves no acelerador. Acho que a caixa de 6 automática, talvez seja mais versátil, na medida em que querendo uma condução mais vigorosa, não pareça, ou aparente tão desajustada. Mas isto é só a minha opinião, baseada no que senti; corro o risco de estar a ir para fora de pé, uma vez que não sou um grande conhecedor dos pormenores mecânicos.

Falando do mais importante - os consumos - a verdade é que com uma condução menos preocupada, CC nos 100kms/h (nas piores subidas, diminui o CC para 90) na autoestrada, bati o meu recorde obtido com o Yaris, por 0,3l !!  De referir que para obter o valor de 4,3l no Yaris foi com algum esforço - muito trabalho de pé direito. No Ioniq, foi extremente fácil, foi com o CC adaptativo - uma maravilha! um descanso!

https://i.imgur.com/ZbPXQAB.jpg

https://i.imgur.com/P0doJBi.jpg

https://i.imgur.com/C4L253g.jpg

O carro :

https://i.imgur.com/NuDTDCK.jpg

https://i.imgur.com/sIj9QuP.jpg

https://i.imgur.com/Qb2IhS3.jpg

Cumprida a jornada de trabalho, era tempo de voltar a casa e entregar o carro. A grande dúvida que se punha agora era : Mantenho o registo de condução e obtenho uns impressionantes 3,3l/100kms ? (No Yaris, consigo 3,6l/100 no regresso) Ou coloco o CC nos 120km/h e observo como oeste carro se comporta numa condução mais ... normal ? Ganhou a segunda hipótese, mas ficando eu igualmente surpreso com o valor obtido :

https://i.imgur.com/26rTVzp.jpg

https://i.imgur.com/EmeeBO2.jpg

https://i.imgur.com/Pm7e95N.jpg

Gostei muito deste carro, e tenho muito mais a dizer sobre ele. Caso tenham interesse perguntem, que terei o maior prazer em falar com mais pormenor desta experiência.

Deixem-me só partilhar que desde o inicio deste processo que pensei que ia comprar um Toyota, só não sabia qual. Nesta fase, de facto, ainda não sei o que vou comprar (amanhã vou experimentar um Prius Plug-in ), mas sei que se a escolha fosse somente entre o Prius e o Hyundai , a escolha era... muito difícil !! Foi a este ponto que este Test drive me impressionou!

 

Toyota Prius 4G

 

 

Top 75 Contributor
Full Hybrid
016_Prius_4G
031_Yaris_HSD
Clube 1000 km

Nota : Esqueci-me de referir que estes valores foram obtidos com o AC no modo Driver only, 21 graus, enquanto que no Yaris foram obtidos com ... a janela aberta (quando as velocidades eram baixas) intercalando com a ventilação do carro (quando as velocidades subiam) - nunca liguei o AC.

Toyota Prius 4G

 

 

Top 25 Contributor
EV
015_Prius+
A01_Ioniq_BEV
Clube 1000 km
tcap-support
Miguel Ramos replied on 14 Sep 2017 11:17

As questões que levantei com o PSD, qualquer pessoa que sabe guiar (carros de mudanças manuais) percebe.  Vais na estrada em 5.ª metes a 3.ª e sentes o carro a travar. Não em que em 5.ª não estivesse a travar, mas em 3.ª trava mais.  Em cada ciclo do pistão, cada cilindro transporta 1800cc de ar do colector de admissão para o colector de escape.  É um aspirador gigante.  Se a rotação é mais elevada, a sucção do aspirador é maior (volume de ar por minuto = cilindros × cilindrada × RPM).  A energia para deslocar este ar tem de vir de algum lado: é roubada ao balanço do carro.

Num HSD, nós vamos na estrada a 100-110km/h a 800 RPM: aspiração mínima. Qualquer carro a circular em 5.ª vai à vontade a 2000 RPM. Quando aparece uma subida, carregamos no acelerador e a rotação sobe para que ao introduzir gasolina se liberte mais energia.  A centralina é totalmente livre para escolher a rotação do MCI através do controlo electrónico do MG1 (enquanto o MG2 roda solidário com as rodas do carro), com um pequeno gasto de energia eléctrica (que pode estar a ser compensado por energia produzida no MG2).  E o que ela faz é escolher para a energia que é pedida pelo acelerador a rotação que a entrega com eficiência máxima.  Tudo sem qualquer escorregamento porque não há qualquer embraiagem.

Então, claro que ficamos espantados que o Ioniq se aproxime. Só tens 5 velocidades, não podes fazer isso.  Mesmo um carro com mudanças automáticas tem vantagem, porque não tem apenas 5 velocidades, habitualmente tem 9, mas mesmo assim raramente atinge as relações longas de um HSD.  Claro que as mudanças automáticas implicam imensas perdas nas transições.  Tu próprio notaste que te faltava uma 6.ª velocidade e provavelmente tens razão.  Falta-te uma 6.ª uma 7.ª...

Acho fantástico que o Ioniq consiga consumos entre o Yaris HSD e o Prius 4G. Só isso, num recém-chegado, é um grande feito. E é um mild hybrid que consegue consumos comparáveis com um full hybrid. Só isso é motivo para querermos agora saber como é que funciona afinal o Ioniq e as suas duas embraiagens.

O Prius 4G diz-se que conseguiu melhorias de 18%. Mas isso são casos, testes específicos. No spritmonitor vemos médias das médias das pessoas. E às tantas, há limites. Não dá para espremer mais. Não vai haver um Prius 5G a espremer outros 18%. Enquanto que num carro convencional a eficiência energética que se consegue está sempre muito abaixo da eficiência máxima do seu MCI, num híbrido, pretende-se estar sempre o mais próximo possível da eficiência máxima do MCI. Mas no fim, tem-se de esbarrar com a eficiência máxima do MCI de 40%, que significa deitar fora 60% da energia, e estamos a falar de um Prius 4G.

Obrigado por tirar isto do meu DB. Realmente, relações de caixa, eficiências de 30% que só se atingem com o pé a fundo no acelerador, são tudo questões da idade da pedra e completamente off-topic no meu novo DB!

Ioniq EV Spritmonitor.de — Prius+ Spritmonitor.de

Top 100 Contributor
Full Hybrid
023_Auris_Touring_Sport_2013
310_Nissan_Leaf

qual o erro do computador de bordo em cada carro testado?

  Auris HSD TS Exclusive 2014 - http://prius-pt.com/cafe/forums/t/7579.aspx

Top 75 Contributor
Full Hybrid
016_Prius_4G
031_Yaris_HSD
Clube 1000 km

Excelente explicação Miguel, muito obrigado. Todas estas valiosas informações têm para mim um grande valor, uma vez que ainda não decidi que carro comprar.

Hugo, muito bem observado, já tinha feito essa ressalva. É claro que com pequenos test drives, não se consegue aferir sobre a veracidade dos CBs . Mas pelo menos, pelos relatos do Miguel, sabemos que o do Yaris é confiável. 

Telmo, sobre o que escreveste ainda no DB do Miguel, foi o ter noção que as diferenças em consumo entre um Yaris e um Prius, não são assim tão grandes, que me levaram à comparação.  Isso e ter um Yaris mais ou menos disponível. 

Assim que tenha um tempinho consiga escrevo sobre a bateria do Ioniq e da participação dela na condução .

Toyota Prius 4G

 

 

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_2G
SystemAdministrator
tcap-support

As diferenças entre um Yaris e um Prius podem ser insignificantes como podem ser gigantes.

Tudo depende do tipo de trajecto, velocidade, esforço, etc.

Sem grande esforço acredito que se tire perto de um litro ao consumo do Yaris em estrada e auto-estrada com um Prius.

Já em cidade o Prius vai ganhar por diferença mais pequena mas ainda assim apenas em trajectos curtos, porque o Yaris é mais leve.

Top 25 Contributor
Plug-In
012_Prius_2G
tcap-support
Afonso Henriques replied on 14 Sep 2017 19:27

Leo Grova, obrigado pela partilha.  Muito bom. Yes

Não escondo a minha preferência pelo Ioniq em relação ao Prius.

Devesse especialmente a questões de design e funcionalidade.  O Prius 4G não me atraí muito. E o PHV já é melhor nesse aspeto...    mas 4 lugares é uma limitação que não compreendo....     não vejo vantagem, para além da preguiça dos projetistas.    Não acredito que algum cliente prefira que o carro tenha apenas 4 lugares em vez de 5.

É um facto que o sistema híbrido da Toyota inspira mais confiança à partida, mas a Hyundai não caiu aqui de para-quedas...    Na verdade enquanto a Toyota pensa no assunto, a Hyundai está a preparar umas fornadas de novos Híbridos e EVs.

Por isso, se estivesse comprador de um híbrido a minha escolha seria Hyundai, ou muito provavelmente um Kia Niro...      Muito mais ao gosto da minha mulher...   Smile

Devo dizer, no entanto, que ainda não conduzi nem o Ioniq nem o Niro...       Nem os novos Prius.

Na verdade...      só se acontecesse uma desgraça é que o Prius 2G cá de casa seria substituído.

 

Toyota Prius 2G   Spritmonitor.de

Top 25 Contributor
Plug-In
012_Prius_2G
tcap-support

Miguel Ramos:
Acho fantástico que o Ioniq consiga consumos entre o Yaris HSD e o Prius 4G. Só isso, num recém-chegado, é um grande feito. E é um mild hybrid que consegue consumos comparáveis com um full hybrid. Só isso é motivo para querermos agora saber como é que funciona afinal o Ioniq e as suas duas embraiagens.

No meu entendimento a expressão "mild hybrid"  é aplicada a carros em que existe assistência elétrica apenas para auxiliar o MCI, e libertando-o do peso de alguns dispositivos. Sem capacidade elétrica para mover o carro por si só. Basicamente são assim os novos sistemas 48V.

Ora, o Ioniq não é isso.     Mas sim um Full Hybrid.

Estarei errado? Hmm

Toyota Prius 2G   Spritmonitor.de

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support

Correto, o Ioniq é um full-hybrid.

Branca de Neve 30% são minha autoria...

Planeta: CO2

Top 25 Contributor
EV
015_Prius+
A01_Ioniq_BEV
Clube 1000 km
tcap-support

Bem, eu não olhei realmente para o sistema do Ioniq híbrido. Parti do princípio que era um híbrido paralelo, dá-me essa ideia porque tem uma caixa de velocidades manual.

Uma distinção que é clara é entre um híbrido série e um paralelo. No série, o MCI produz energia para carregar uma bateria que alimenta um ou vários motores eléctricos. Este é antigo desenho que o Porsche aplicou nos seus tanques e que Hitler chumbou porque na demonstração um deles pegou fogo. Claro, a intenção é resolver problemas complicados de uma transmissão às quatro rodas, e não eficiência energética (aliás, a eficiência energética não é o principal objectivo de um tanque, mas sim matar e destruir). No paralelo, ambos os motores rodam solidários contribuindo para o movimento.

A ressalva, é que, apesar da definição, qualquer híbrido paralelo moderno, por meio de embraiagens, também pode desacoplar qualquer dos motores e circular em modo EV.

Para mim full hybrid é um desenho em que ambas as situações são possíveis bem como todas as intermédias: qualquer combinação de movimento e força de ambos os motores. E a ECU é livre de escolher o contributo de cada um consoante outros constrangimentos, como eficiência energética, capacidade da bateria, etc.

Ou seja, que um híbrido paralelo moderno pode circular com um motor, ou outro, os dois juntos ou nenhum. Mas um full hybrid pode circular com x% de um motor e (1-x)% do outro, um contínuo de possíbilidades.

Se considerássemos como híbridos paralelos apenas aqueles que nem sequer conseguem desacoplar o MCI, então acho que não haveria nenhuns nos dias de hoje... Então, a distinção para mim é a flexibilidade do desenho, não necessariamente a potência do motor eléctrico e a capacidade de circular em EV. E costumo igualar mild hybrid a parallel hybrid... Posso estar errado.

Mas talvez o Ioniq não seja sequer paralelo, ainda não fui ver. Alguém tem links interessantes?

Ioniq EV Spritmonitor.de — Prius+ Spritmonitor.de

Page 1 of 6 (54 items) 1 2 3 4 5 Next > ... Last » | RSS
Copyright 2009 Prius-PT.com
Powered by Community Server (Non-Commercial Edition), by Telligent Systems