Prius-PT
Comunidade independente de proprietários e amigos de viaturas de mobilidade sustentável

Por à prova um Prius 2G

rated by 0 users
This post has 12 Replies | 2 Followers

Top 50 Contributor
Full Hybrid
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
tcap-support
João Crisóstomo Posted: 18 May 2018 23:58

Este fim de semana vou ter a possibilidade de experimentar um Prius de segunda geração. Na verdade a experiência já começou. Fui buscá-lo a Setúbal e trouxe-o para Lisboa. Usei a estrada nacional que desemboca na AE antes da 25 de Abril.

Sendo o caminho que costumo fazer com o Honda Insight pude comparar as médias de consumo. O Prius ganhou em absoluto. Antes de entrar na AE estava nos 3.1. Quando cheguei a casa tinha subido para os 3.3. Bem distante, no entanto, dos 4.5 que consigo fazer com o Honda.

Amanhã vou andar às voltas pela cidade para verificar o comportamento do carro no que toca aos consumos mas também na forma como o sistema híbrido se porta no pára arranca. 

Já no domingo tenciono levá-lo para estradas de montanha. Novo teste ao desempenho e ao consumo.

Hoje apreciei a leveza da direcção e o conforto do banco com um belo apoio para o braço. Quase uma poltrona. Já para haver circulação de ar frio parece que é preciso ligar o ar condicionado. Como este gasta energia optei por abrir a janela.

A ideia é experimentar o carro a nível de ruído a bordo, consumos em diversos cenários, e desempenho.

Inicialmente o meu alvo era o 3G mas o stand com que estou a negociar a troca do Honda não tinha carro disponível. Como não quero avançar para a troca sem ideias concretas trouxe o 2G. 

Lendo as postagens sobre este modelo será uma experiência agradável. Entretanto terá de ser mais que agradável para valer a pena fazer a troca. 

Depois partilharei as minhas impressões. 

Abraço amigo, 

Crisóstomo 

 

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_3G
Moderator
tcap-support

Bons testes!

Uma nota: o Computador de Bordo do 2G é muito preciso, os valores de consumo registados são reais numa margem de 0,1 l/100 km.

Não sei qual a precisão do CB do Insight. 

Toyota Prius 4G PHV    Spritmonitor.de

Top 50 Contributor
Full Hybrid
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
tcap-support

Luis Neves:

Bons testes!

Uma nota: o Computador de Bordo do 2G é muito preciso, os valores de consumo registados são reais numa margem de 0,1 l/100 km.

Não sei qual a precisão do CB do Insight. 

Bom dia, 

No Insight é exacta. 

O Insight, a meu ver, só peca por ter um sistema híbrido que é uma miséria. Não fosse o motor ser económico e era impossível fazer consumos relativos que consigo. Que pena a Honda não ter negociado com a Toyota o sistema do Prius. Aí, sim, tínhamos um híbrido a sério. Mas as vaidades das marcas (ou de algumas) transformam - se no prejuízo dos seus clientes.

Abraço 

Crisóstomo 

Top 50 Contributor
Full Hybrid
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
tcap-support
João Crisóstomo replied on 20 May 2018 12:07

Até ao momento a experiência de condução está a ser muito gratificante. E talvez por estar a fazer testes, também estou mais atento às informações do display, o que acaba por criar uma espécie de expectativa que imagino idêntica aquela que as crianças experimentam quando entram numa loja de brinquedos.

Curioso o maravilhamento que o consultar permanente das fontes de energia do carro provocam. Como se aqueles traços coloridos de repente se transformassem no sistema circulatório de um ser vivo em tudo idêntico ao humano. 

Abraço 🤗 

Crisóstomo 

Top 25 Contributor
Plug-In
012_Prius_2G
banned

Confirmo que o CB do Prius 2G é mesmo muito rigoroso.

João Crisóstomo:
O Insight, a meu ver, só peca por ter um sistema híbrido que é uma miséria. Não fosse o motor ser económico e era impossível fazer consumos relativos que consigo. Que pena a Honda não ter negociado com a Toyota o sistema do Prius. Aí, sim, tínhamos um híbrido a sério. Mas as vaidades das marcas (ou de algumas) transformam - se no prejuízo dos seus clientes.

A Honda não tinha de negociar nada com a Toyota se pretendesse usar um sistema similar ao HSD.  Podia perfeitamente desenvolver o seu sistema pelo mesmo principio.       Trata se apenas de uma questão de opções.

Também não é justo dizer que o sistema híbrido do Insight é uma miséria.   Pode ser inferior ao Toyota, mas não deixa de ser um bom sistema (especialmente por estar muito a frende de muitas outras marcas que nada tinham).   Relembro que o custo de um insight era bem inferior ao Prius.   Se bem me lembro havia uma diferença de 10 mil euros em 2009/10.

Do ponto de vista estritamente económico a melhor eficiência do Prius dificilmente compensa a diferença de custo dos primeiros 8 anos.  Por isso mesmo ponderei a compra de ambos em novos na época onde o Insight tinha vantagem, mas 8 anos depois optei pelo Prius.     Mas isso sou eu, que tenho como motivações, (de renovação da frota),  ambientais e de segurança e economicamente tão racionais quanto possível.

Toyota Prius 2G   Spritmonitor.de

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support

Afonso, desenvolver um sistema similar incorreria em patentes, com acordo mútuo. A Nissan e a Ford fizeram-no. A Honda quis simplificar e tornar mais acessível, e conseguiu, mas os resultados práticos são menos expressivos em termos de consumos, até porque o MCI não era um Atkinson, de eficiência alargada.

Branca de Neve 30% são minha autoria...

Planeta: CO2

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_3G
Moderator
tcap-support

A coparação de preço também não é muito justa, já que a Honda posicionou o Insight no segmento B/C e a Toyota o Prius no segmento C/D - a diferença de espaço, equipamento e qualidade dos materiais é grande.

Toyota Prius 4G PHV    Spritmonitor.de

Top 25 Contributor
Plug-In
0000_PREMIUM_Access
310_Nissan_Leaf
Clube 1300 km
tcap-support

João Crisóstomo:

Curioso o maravilhamento que o consultar permanente das fontes de energia do carro provocam. Como se aqueles traços coloridos de repente se transformassem no sistema circulatório de um ser vivo em tudo idêntico ao humano. 

 

Crisóstomo,

Uma delicia, ler os seus relatos.

A parte menos positivo, foi ter vindo uma pequena lágrima aos olhos, por relembrar com muita saudade o meu Imbatível (Prius 2G)

Bruno R. Almeida

PRIUS 2G (Ago 2009 a Nov 2017)   

Leaf mk1 (Fev 2018 a ...) 12,87 kWh/100km

Top 50 Contributor
Full Hybrid
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
tcap-support

Tendo andado não tanto quanto queria, ainda assim algumas impressões foram acontecendo e algumas objectivas. Primeiro que tudo as menos positivas.

Primeiro a não recolha automática dos retrovisores. O ter que o fazer à mão sempre que estaciono porque o espaço é pequeno, é aborrecido. Também, se me esqueço de os abrir antes de entrar no carro, o ter de voltar a sair para os abrir.

Segundo a climatização. O sistema só funciona, parece, ligando o AC. Ora o AC gasta energia. E energia é o que neste sistema se devia poupar. A meu ver isto não foi bem pensado. 

Em terceiro lugar o ruído da climatização. Quando liguei o sistema o ruído foi intenso. Só no modo mínimo consegui relativo silêncio.

Em quarto lugar as luzes. O carro não dá sinal se deixamos as luzes acesas. Penso que quando o desligamos as luzes também desligam. Penso sem ter a certeza. Ontem saímos à noite e quando estacionei esqueci-me das luzes. Quando regressamos liguei o carro e as luzes ligaram automaticamente. Fiquei sem perceber até que recordei que na pressa de estacionar me tinha esquecido das luzes acesas. Rezo para ter acontecido assim senão corro o risco da bateria estar um bocado descarregada.

E agora tudo que me parece positivo e que, a meu ver, compensa largamente tudo o resto. 

Primeiro os consumos. Havendo atenção ao acelerador o Prius, mesmo a subir montanhas, consegue manter o consumo baixo. Em concreto consegui mover-me nos 3.9. 

Depois o ímpeto do carro, que me parece entusiasmante. Concretamente um exemplo. Na subida da rampa do Monsanto vindo das Amoreiras, onde o meu Honda colapsa e não consegue passar dos 60, o Prius acelerou por ali acima de tal maneira que tive de mudar de faixa e ultrapassar. Gostei. E senti-me orgulhoso. 

A capacidade de retenção das baterias. Chamou - me a atenção a forma como as baterias carregam e descarregam. O que me parece positivo. Ou seja, nas descidas deixo - o andar à vontade e dou conta que carregam lentamente sendo que só por 2 vezes consegui a carga total. Em compensação nas subidas também descarregam pouco, quase nada na verdade, restando imensa energia para continuar a rolar. Entretanto nas subidas o MC entra sempre em actividade. O que parece um contracenso dado haver energia disponível nas baterias. Mas a ideia deve ser poupar e ter energia para continuar. 

Nestas andanças no sobe e desce da A5 fez média de 3.7. No Honda a coisa trepa para os 5/5.5. Bem diferente e ainda por cima com menos ímpeto. 

Que mais dizer? O comportamento do carro parece-me excelente e compreende - se muito bem o fascínio que provoca em quem o conduz, sobretudo se nos reportarmos ao ano em que apareceu. O carro que me emprestaram é de 2008, creio. Para os condutores da época era revolucionário. Ainda hoje o é a nível do sistema híbrido que usa - fazendo-me eco do que li aqui no fórum.

O espaço interior é óptimo, mormente o espaço para as pernas dos que vão no banco de trás. No Honda é cerca de metade. 

Por último a frente do carro. Olho para ele e vejo claramente o 🐸 cocas dos marretas. Vai daí pus-lhe esse nome. E creio que gostou porque me foi facilitando as operações a bordo. Estas coisas são subjectivas, claro. 

Antes de terminar gostaria de falar da leveza da direção. Aquilo é mesmo uma suavidade. O que permite brincar um bocadinho. Apreciei este lado humorístico do Prius. 

Veredicto final. Se os srs do stand não me pedirem uma enormidade pela diferença entre os carros, troco. Claro que vou tentar fazer uns testes ao 3G, sobretudo à condução só em modo eléctrico, coisa que neste não fiz porque li uma postagem no fórum que o desaconselhava. 

Abraço amigo, 

Crisóstomo 

 

 

 

Top 50 Contributor
Full Hybrid
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
tcap-support

Entreguei o carro há instantes. Média final 3.9.

Com cerca de 10 litros (na verdade um bocado menos mas gosto de deixar a coisa como deve ser) fez-se a festa.

No regresso a Setúbal, quando cheguei ao alto da serra em Azeitão coloquei o carro nos 60 km e deixei - o descer a serra à vontade dele. O resultado foi que quando cheguei aos semáforos que estão na base, tinha a bateria a 100%. A partir daí, e até entrar em Setúbal, vim sempre com o carro alimentado  pela carga da bateria. Claro que quando passei pelo hospital da Luz a bateria estava em baixo.

Só então o Cocas ligou o MCI e lá fomos à Repsol meter combustível. 

Pormenor final: o ruído a bordo não o consegui quantificar como pretendia. Entretanto não me pareceu, pelo menos neste carro, que fosse significativamente inferior ao do Honda. Ruídos parasitas só detectei o da tampa do apoio do braço direito. Há ali uma folga que facilmente se corrige. Fora isso nada complicado. 

Constatei que o Prius precisa de ser conduzido, e estudado, ao longo de muito tempo, nas condições mais diversificadas, antes que se possa respeitar as capacidades do carro e ao mesmo tempo tirar partido do seu potencial. 

Esta experiência, tal como uma outra com o Prius da minha irmã, mais não são que aperitivos. Entretanto abrem caminho a uma consciência que de outro modo não seria possível e sobretudo, falo por mim, e criou um respeito acrescido por este sistema híbrido. 

Abraço coletivo para todos os felizes condutores do 2G.

Crisóstomo 

 

Page 1 of 2 (13 items) 1 2 Next > | RSS
Copyright 2009 Prius-PT.com
Powered by Community Server (Non-Commercial Edition), by Telligent Systems