Prius-PT
Comunidade independente de proprietários e amigos de viaturas de mobilidade sustentável

Contacto de longa duração com o BMW i3 REX 94 Ah.

rated by 0 users
This post has 29 Replies | 4 Followers

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_3G
Moderator
tcap-support

Logo nesse que só tem carregardor de um lado...

Toyota Prius 4G PHV    Spritmonitor.de

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_3G
Moderator
tcap-support
Luis Neves replied on 15 Sep 2018 19:45

Como já referi, o i3 de 94 Ah é o EV mais rápido do mercado a carregar em PCR de 50 kW. Vai na potência máxima até aos 90% (o ioniq começa a cortar aos 83% e o Leaf 2 pouco depois dos 60%), e entre os 90 e os 95% ainda prossegue a 22 kW.

Fica agora o comprovativo de que em AC também tem dos melhores desempenhos do mercado. É certo que não tira partido dos 22 kW que começam a aparecer em vários postos (caso do Zoe), mas carrega em trifásico a 16A (cerca de 11 kW), o que é bem melhpor que a maioria da concorrência que se fica pelo monofásico de 32 A (ca. 7 kW).

Aqui fica a ilustração do carregamento num posto mobi-e de 22 kW.

Toyota Prius 4G PHV    Spritmonitor.de

Top 25 Contributor
EV
015_Prius+
A01_Ioniq_BEV
Clube 1000 km
tcap-support

Claro que convém medir a velocidade de carregamento em km/h, como fazem os Teslas; essa é a velocidade útil, não a potência. Acredito que mesmo assim o i3 carregue mais rápido que o Ioniq em PCR, afinal também é muito eficiente,

Outra conclusão que provavelmente se tira da velocidade de carregamento em PCR, é que o BMW provavelmente tem uma reserva ainda maior que o Ioniq, para proteger a bateria. Em contraste com os Tesla, que geralmente vêm configurados para carregar a 90% porque os seus 100% são mesmo 100%.

Ioniq EV Spritmonitor.de — Prius+ Spritmonitor.de

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_3G
Moderator
tcap-support

O i3 carrega mais rápido que o Ioniq apenas na faixa terminal de SOC. Aos 83% o Ioniq baixa a potência de carregamento para os 22 kW, enquanto o i3 se mantém até aos 90%. O Ioniq corta o carregamento em PCR aos 93%, não sendo possível ir mais além. O i3 entre os 90 e os 95% ainda carrega a 22 kW, só depois baixa para 3 ou 4 kW e permite ir aos 100% embora devagar.

Toyota Prius 4G PHV    Spritmonitor.de

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_3G
Moderator
tcap-support

Entretanto foi resolvido um problema técnico que o carro tinha desde o início - uma fuga lenta de ar no pneu dianteiro esquerdo. Fácil de controlar uma vez que o i3 apresenta no display a pressão individual dos 4 pneus. Não era um furo, mas sim um problema na válvula do pneu, que foi substituída - custo de cerca de 100€, com oferta de lavagem na marca. Desde então não voltou a acontecer esse problema.

O carro conta já com perto de 8.000 kim percorridos, quase todos em viagens para além do alcance elétrico (tipicamente Porto e Lisboa como destinos). Os utilizadores têm carregado sempre que possível nos PCR, o que resulta numa média de consumo de gasolina muito interessante de 0,2 litros aos 100.

Poderriam dizer então: mais valia terem comprado a versão EV em vez da REX. Pois, errado. Os poucos km feitos com o REX (atestou apenas duas vezes o depósito de 9 litros) foram preciosos para evitar estar à espera em PCR ocupados, evitando assim o risco de não se chegar ao destino na hora prevista e retirando ao condutor todo o stress associado a problemas de autonomia. É uma mais valia enorme o REX, o que torna inexplicável a decisão da BMW de acabar com ele na Europa na nova versão de 120 Ah que vai sair no final do ano. Má decisão, muito má mesmo.

Toyota Prius 4G PHV    Spritmonitor.de

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_3G
Moderator
tcap-support

Finalmente referência a um problema técnico meio insólito mas que pelos vistos faz parte do feitio do i3. Há umas semanas vinha de Lisboa e apanhei todos os PCR ocupados, pelo que usei o REX até Santarém. Ao chegar o PCR estava ocupado, a a gasolina tal como a bateria estavam ambas no final, pelo que fui atestar de gasolina. E não consegui abrir a tampa do depósito, que é acionada a partir de um botão interior. Vi que o posto do outro lado estava livre e pedi para atravessar, o que autorizaram embora sem muita vontade. Meti o carro à carga e com a ajuda aqui dos moderadores fiquei a saber que o i3 tem um sistema manual para abrir a tampa do depósito, pelo que após atestar a bateria, fui atestar de gasolina. Parece que isto decorre de uma descalibração de um sensor de pressão, vamos ver se se repete ou não - embora o truque de abertura manual resolva. Para já a tampa está de novo a abrir normalmente. 

Toyota Prius 4G PHV    Spritmonitor.de

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_3G
Moderator
tcap-support

E por falar em truques...já lá vamos.

Nova viagem a Lisboa, com planos de carregar em Aveiras, os quais ficaram frustados por o PCR estar avariado...isto nem a pagar!

Graças ao REX lá cheguei a Lisboa (apenas foram precisos uns 25 km), volto a dizer, grande disparate a BMW acabar com o REX na nova versão de 120 Ah que vai sair no final do ano. Em Lisboa o carro ficou a carregar num posto de 22 kW, dos quais aproveita 11 kW. Na mouche, as 3 horas que passei em compromissos foram o suficiente para o encontrar a 100% para o regresso.

E aí tive de aprender outro truque. Ao guardar o cabo de carregamento no frunk pousei a chave/tecomenado lá dentro e fechei a tampa...lindo, o carro não reconhecia a chave com ela no frunk, e apenas sabia abrir o frunk com o botão do próprio telecomando!

Vistoria no manual, pelos vistos há versões que têm um botão no interior para abrir o frunk mas não é o caso desta. Mas há um pequeno compartimento no interior que se abre e dá acesso a um cordão, que puxado abre o frunk manualmente! Ufa! Já estava a ver a coisa mal parada.

No regresso paragem em Santarém para reabastecer o condutor e o carro. Só precisava de 15 minutos para a viatura para completar o regresso, mas o condutor foi mais lento e levou 24...

Aqui fica mais um prova da excelência desta viatura a carregar!

A caminho dos 10.000 km e com média de 0,2 l/100 km até agora.

Toyota Prius 4G PHV    Spritmonitor.de

Top 10 Contributor
EV
012_Prius_2G
310_Nissan_Leaf
Clube 1300 km
tcap-support

Mas porque é que vocês tiram a chave do bolso? A minha nunca sai do bolso, de modo que isso nunca acontece Stick out tongue

 

Quanto a Aveiras, o posto do outro lado funciona.. era pedir para passar Wink

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
017_Prius_4G_PHV
903_Tesla_Model_3
ConsumoRecorde_3G
Moderator
tcap-support

Teve de sair do bolso para abrir o frunk, com o cabo na outra mão...foi parar onde não devia.

De acordo com o mobichecker o outro lado de Aveiras estava ocupado...e o tempo já estava apertado, perdi 10 minutos a tentar iniciar o carregamento (5 vezes), espero que não me cobrem as taxas de ativação!

Toyota Prius 4G PHV    Spritmonitor.de

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
510_Outlander_PHEV
Clube 1000 km
Moderator
tcap-support

lol. essa chave dentro do frunk bem bem. 

tudo acabou bem e isso é o que interessa 

Toyota Prius 3G    Spritmonitor.de           Diário de Bordo de Um Prius Serrano

Mitsubishi Outlander PHEV    Spritmonitor.de  Diário de Bordo do Ironhide

Diário de um projeto de Autoconsumo Beirão - Link

Renault Fluence ZE - Diário de Bordo do Adamastor (Fechado)

Page 3 of 3 (30 items) < Previous 1 2 3 | RSS
Copyright 2009 Prius-PT.com
Powered by Community Server (Non-Commercial Edition), by Telligent Systems