SITE OFFLINE
Esta comunidade mudou-se para https://ecomove.pt, registe-se no novo site!

Test drive Renault Fluence Z.E.

rated by 0 users
This post has 51 Replies | 6 Followers

Top 500 Contributor
Pendura
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
310_Nissan_Leaf
420_BMW_C_Evolution
903_Tesla_Model_3
Clube 1000 km
Moderator
tcap-support

Ainda no interior, senti falta do comando tátil do sistema multimédia do Prius, não tendo achado o comando multifuncional do Fluence à la iDrive particularmente amigo do utilizador. Com um funcionamento pouco preciso e demasiados botões, requer alguma habituação (admito que com o tempo se torne mais fácil) e é substancialmente mais lento do que carregar num botão ou teclar uma morada com o dedo no touchscreen.

O ecrã é também muito mais pequenote que o do sistema multimédia do Zoe e do Prius (creio inclusivamente que mais pequeno do que o do Toyota Touch base, já de si menor que o das versões Pro) e com muito menor definição. Beneficia, contudo, de um GPS com "cérebro" Tom Tom, que indica, por exemplo, zonas de velocidade limitada e radares fixos, faz uns zooms automáticos, etc., à semelhança do que encontramos nos sistemas portáteis mais banais do mercado mas que no Prius era uma miragem.

Tentei emparelhar os meus telefones (o meu antigo BlackBerry Bold 9900 e um novo HTC One, recebido uns dias antes) mas não tive sorte com nenhum deles. Admito, contudo, ter feito algo mal (ou ter deixado de fazer algo que seria suposto).

Outra coisa que também reparei foi o facto de apenas o vidro do condutor (e, eventualmente, o do passageiro da frente, já não estou certo) ter comando impulsional, ou seja, ao passo que no do condutor basta carregar ou puxar o botão até ao fim para que o vidro se abra ou feche totalmente, nos demais temos de manter a pressão com o dedo até que a tarefa nos pareça cumprida.

O espaço à frente é bom, com o volante a regular apenas em altura, os bancos são confortáveis e o já nosso conhecido teste da habitabilidade traseira revelou um espaço simpático para quem viaje atrás de um condutor com 1,82m,

menor que o do Prius, ligeiramente maior que o do Zoe e seguramente maior do que o da Auris Touring Sports e o do BMW i3.

A mala é bastante penalizada pelo empecilho da bateria, para mais quando o espaço roubado resulta numa configuração desafogada em altura mas formando um L pouco prático.

Creio que o que causa mais estranheza é o facto de, quem vê do lado de fora, esperar um malão mas, quando abre o portão...  verificar que a montanha pariu...

... um embrião de rato. Surprise

Nissan Leaf Tekna 30kWh out 2016 > ...   |   Renault Zoe Intens - jan 2014 > out 2016 (R.I.P.)   |   Prius 3G (ZVW30) - dez 2009 > dez 2013

                                                                                                         Spritmonitor.de |   Spritmonitor.de

aop@prius-pt.com

Top 10 Contributor
EV
015_Prius+
A01_Ioniq_BEV
Clube 1000 km
tcap-support
Carlos Costa replied on 18 Jan 2014 8:51

Alexandre Oliveira Perdigão:

Outra coisa que também reparei foi o facto de apenas o vidro do condutor (e, eventualmente, o do passageiro da frente, já não estou certo) ter comando impulsional, ou seja, ao passo que no do condutor basta carregar ou puxar o botão até ao fim para que o vidro se abra ou feche totalmente, nos demais temos de manter a pressão com o dedo até que a tarefa nos pareça cumprida.

Resumindo, apenas o vidro do condutor tem abertura automática.

Not Ranked
Pendura
013_Prius_3G
tcap-support

«Beneficia, contudo, de um GPS com "cérebro" Tom Tom, que indica, por exemplo, zonas de velocidade limitada e radares fixos, faz uns zooms automáticos, etc., à semelhança do que encontramos nos sistemas portáteis mais banais do mercado mas que no Prius era uma miragem.»

O GPS do meu Prius faz isso tudo e muito mais, menos a informação dos radares fixos...

Top 500 Contributor
Pendura
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
310_Nissan_Leaf
420_BMW_C_Evolution
903_Tesla_Model_3
Clube 1000 km
Moderator
tcap-support

Nuno Moreira:
O GPS do meu Prius faz isso tudo e muito mais, menos a informação dos radares fixos...

Ops... posso ter cometido aqui uma injustiça relativamente aos GPS da geração Toyota Touch & Go que, na verdade, não conheço. Embarrassed

É que eu ainda sou do tempo em que o Prius não fazia essas modernices... Stick out tongue

Nissan Leaf Tekna 30kWh out 2016 > ...   |   Renault Zoe Intens - jan 2014 > out 2016 (R.I.P.)   |   Prius 3G (ZVW30) - dez 2009 > dez 2013

                                                                                                         Spritmonitor.de |   Spritmonitor.de

aop@prius-pt.com

Top 500 Contributor
Pendura
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
310_Nissan_Leaf
420_BMW_C_Evolution
903_Tesla_Model_3
Clube 1000 km
Moderator
tcap-support

Agora que já destilei todo o veneno que tinha em relação ao Fluence Devil quero que prestem muita mas muita atenção ao que vou escrever:

ESQUEÇAM TUDO O QUE VOS DISSE

pois, como diz a outra senhora, isso agora não interessa nada! Devil

Quero lá saber se a traseira é disforme, se os sacos das compras do mês não cabem bem dentro da mala, se o ecrã do GPS é pequeno ou se não posso ouvir a minha música preferida, por não conseguir emparelhar o telefone!

Eu quero é silêncio e paz interior! Cool

E macacos me mordam se o Fluence não tem disso para dar e vender! Surprise

Não foram duas nem três vezes em que desliguei o rádio para ouvir o silêncio! E, pasme-se, quando andei com os putos, também eles me pediram para cortar o pio à música! Surprise

Está-se tão mas tão bem dentro do Fluence que vocês não imaginam

Mesmo para aqueles que, como a generalidade de nós, faz uma ideia do que é circular em EV com os Prius, a diferença é esmagadora.

Andar no Fluence Z.E., seja pela estrutura da suspensão, seja pela insonorização, seja pelos pneus (ou por algum ou todos estes fatores conjugados) é puro deleite! Cool

O rolamento é muitíssimo silencioso e mesmo o ruído do motor elétrico/transmissão pareceu-me ser inferior ao ruído do metro a que os nossos HSDs nos habituaram.

Só em aceleração forte se dá conta de um wwwiiiiiiiiiiiiiii do motor, mas que até tem graça Geeked

Nissan Leaf Tekna 30kWh out 2016 > ...   |   Renault Zoe Intens - jan 2014 > out 2016 (R.I.P.)   |   Prius 3G (ZVW30) - dez 2009 > dez 2013

                                                                                                         Spritmonitor.de |   Spritmonitor.de

aop@prius-pt.com

Top 500 Contributor
Pendura
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
310_Nissan_Leaf
420_BMW_C_Evolution
903_Tesla_Model_3
Clube 1000 km
Moderator
tcap-support

A sequência inicial do arranque e os menus do painel de bordo, comandáveis através de dois botões situados no extremo da manete dos limpa para-brisas, é esta

Nissan Leaf Tekna 30kWh out 2016 > ...   |   Renault Zoe Intens - jan 2014 > out 2016 (R.I.P.)   |   Prius 3G (ZVW30) - dez 2009 > dez 2013

                                                                                                         Spritmonitor.de |   Spritmonitor.de

aop@prius-pt.com

Not Ranked
Pendura
000_Flint

Que inveja adoro esse silencio!

Só comparável a andar de bicicleta (ou à Renault-chelas em relação a um certo Zoe) Devil

 

ps: vou acreditar que filmaste esse video com o telemóvel preso à pala de um qualquer boné e não estavas a conduzir com uma mão e a filmar com outra Angel

Top 500 Contributor
Pendura
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
310_Nissan_Leaf
420_BMW_C_Evolution
903_Tesla_Model_3
Clube 1000 km
Moderator
tcap-support

Embarrassed

Nissan Leaf Tekna 30kWh out 2016 > ...   |   Renault Zoe Intens - jan 2014 > out 2016 (R.I.P.)   |   Prius 3G (ZVW30) - dez 2009 > dez 2013

                                                                                                         Spritmonitor.de |   Spritmonitor.de

aop@prius-pt.com

Top 500 Contributor
Pendura
0000_PREMIUM_Access
014_Prius_PHV
310_Nissan_Leaf
420_BMW_C_Evolution
903_Tesla_Model_3
Clube 1000 km
Moderator
tcap-support

A condução do Fluence define-se, como vimos, numa só palavra: paz. Cool

Tal como o Zoe, tem bastante genica nos arranques, começando a perda de binário a notar-se a partir de velocidades mais elevadas, diria que acima dos 90/100km/h. Sleep

No dia em que o fui levantar à Renault Chelas, o Alexandre Jesus tinha vaticinado que me emprestariam o modelo cinzento escuro com que andou enquanto o Fluence dele esteve a reparar e assim aconteceu.

Nessa altura disse-me também para ter cuidado com os pneus pois, segundo ele, tinham tendência para patinar com facilidade, quer no arranque quer na travagem. Indifferent

Se é certo que no dia em que o levantei, em que a estrada estava seca, não me apercebi disso, já no domingo, com a estrada molhada, foram várias as situações de perda de tração em andamento, nomeadamente a subir a calçada do Combro, e em que o sistema de antipatinagem foi forçado a acordar.

Esta situação deixou-me um tanto ou quanto perplexo pois, por altura da tomada de decisão quanto ao destino do IN, uma das coisas que estaria em cima da mesa caso acabasse por ficar com ele seria a compra de pneus novos.

A minha ideia inicial era comprar uns Michelin Primacy 3 mas durante a pesquisa descobri referências a estes Goodyear EfficientGrip, a custar cerca de 50 euros menos cada e com críticas substancialmente melhores que os franceses a todos os níveis.

Na altura tê-los-ia comprado sem pestanejar, mas depois desta experiência com o Fluence já não estou tão certo. Tongue Tied

Em todo o caso, há que ter em conta que os pneus terão a sua quota de responsabilidade no rolar sereno do Fluence e, só por isso, já merecem reconhecimento.

Apesar de ter andado principalmente em cidade, as voltas do fim de semana levaram-me a Oeiras, via A5, e fiz também uma incursão propositada ao IC16 para testar os limites do conjunto bateria/motor em situações de pendentes consideráveis, quer a subir quer a descer.

Em velocidade de cruzeiro, na casa dos 100/110km/h é o que se sabe: silêncio e mais silêncio, o qual vai reduzindo na razão inversa da pressão do acelerador mas sem nunca se tornar incomodativo.

Com a velocidade máxima limitada aos 135km/h, constatei que, em plano, atinge pelo menos 142/145km/h no velocímetro.

Contudo, no IC16, a subir a Serra da Mina no sentido Alfornelos>Belas, não passou dos 110km/h com o acelerador a fundo. Snail

A aceleração puxa um máximo de 75kW, segundo o fluxo de energia (semelhante à barra HSI dos HSD - na aceleração acende-se uma seta no sentido bateria>carro, que vai crescendo consoante a pressão no pedal e "enche" o símbolo do carro quando a solicitação é maior, tipo zona PWR, ao passo que na desaceleração/regeneração, surgem umas setas ascendentes no interior da bateria, com um aspeto em tudo idêntico à representação gráfica de uma bateria de telemóvel em carga).

A regeneração, que se sente bastante, quase como se travássemos (segundo o Alexandre chega a acender os stops), pode chegar aos 32kW, sendo, ainda assim, inferior à do BMW i3.

Estranhamente, a travagem não contribui em nada para a regeneração! Surprise

Em termos simples, o Fluence regenera energia com o abrandamento em termos gerais mas a travagem não contribui em nada para essa regeneração, antes pelo contrário! Tongue Tied

Como a regeneração se dá apenas pela energia cinética da desaceleração isso significa que, ao travarmos, a ausência de travagem regenerativa vai diminuir "artificialmente" a energia cinética da massa inercial e, consequentemente, o fluxo de energia para a bateria! Surprise

Foi só com esta descoberta surpreendente que percebi, finalmente, o porquê de tão grande alarido à volta da travagem regenerativa no Zoe, anunciada como sendo uma grande inovação. Zip it!

 

Nissan Leaf Tekna 30kWh out 2016 > ...   |   Renault Zoe Intens - jan 2014 > out 2016 (R.I.P.)   |   Prius 3G (ZVW30) - dez 2009 > dez 2013

                                                                                                         Spritmonitor.de |   Spritmonitor.de

aop@prius-pt.com

Top 10 Contributor
EV
0000_PREMIUM_Access
013_Prius_3G
Clube 1000 km
SystemAdministrator
tcap-support

Esta da regeneração é uma das provas que os construtores deveriam ter passado pela experiência híbrida antes...

...mas não quiseram/puderam e o resultado é perder alguns km de autonomia, drenando energia com a travagem hidráulica...

...E o Leaf, anterior a este ZE? É melhor?

Branca de Neve 30% são minha autoria...

Planeta: CO2

Page 2 of 6 (52 items) < Previous 1 2 3 4 5 Next > ... Last » | RSS
Copyright 2009 Prius-PT.com
Powered by Community Server (Non-Commercial Edition), by Telligent Systems